sábado, 31 de dezembro de 2016

Feliz 2017

Por José. J. de Espíndola* - 31/12/2017

(Só aos que merecem, claro)


Espero que possam, os brasileiros de bem, aproveitar toda a felicidade que a estação propicia.

Em 2016 a vida seguiu seu curso, monótono às vezes, outras traumatizantes como só o pós-governo Lula-Dilma e seus escândalos podem oferecer. Por exemplo, o ‘petrolão’ foi isoladamente classificado, pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, como o maior escândalo de corrupção do mundo em todos os tempos. O prestigioso ‘Financial Times’ qualificou a Odebrecht - empresa cujos donos sempre tiveram estreitíssimas relações como o ‘umilde’ operário de Caetés (Pernambuco) - de ‘brazilian bribery machine’ (máquina brasileira de propina). Ver URL ao fim.


Aliás, a expectativa é de que, já no alvorecer de 2017, a justiça americana expeça ordem de prisão para Official 1 (Lula), Official 2 (Dilma), Official 3 (Palocci, já preso no Brasil), Official 4 (Mantega) e vários Employees k, k=1,2, ... 

Como a justiça americana é infinitamente mais célere do que a brasileira, presume-se que logo no início de 2017 aqueles quatro Officials e alguns Employees estarão na lista de procurados da Interpol, ao lado ‘honroso’ do aliado político do PT, Paulo Maluf.

Lula então, através do ILD (Instituto Lula de Desinformação), proclamará que está sendo ‘perseguido’ pelo Judiciário americano e a esgotogosfera lulopetista repetirá isto em coro, divulgando à militância mais esta ‘injustiça’ contra ele só porque, argumentar-se-á, é nordestino de Caetés, operário pobre e aszelites não querem sua volta à Presidência da República.

Parece que este país segue muito de perto certos procedimentos médicos que levam o paciente à porta da morte, para que o organismo, ao longo de penoso processo, então recupere a vida saudável. Se é este o preço da construção de uma sociedade moralmente saudável, com uma cultura de honestidade presente e forte e um estamento político digno e respeitável, então que se pague o preço.

Há esperança no ar! Visto por este lado, 2016 foi um magnífico ano. Foi quando se levantou o véu negro da sujeira endêmica que assolava o Brasil, entendeu-se e desmantelou-se, finalmente, os intricados esquemas corrupção institucional, tanto em grandes empresas, como no governo petista. E a primeira parte de 2017 há de ser o coroamento do gigantesco trabalho que o Brasil honrado e diligente opera, com a prisão exemplar da cúpula corrupta e corruptora que tanto desgraçou e desgraça o povo trabalhador. Mais ainda, espera-se que, já no segundo semestre de 2017, consiga-se perceber fortes sinais de recuperação da sanidade financeira e do emprego. Isto se Temer conseguir libertar-se dos cacoetes e maneirismos da baixa política, cultura impregnada nas últimas décadas de prática fisiológica de seu partido, e parar de ficar sinalizando, ora para a austeridade financeira necessária, ora para o populismo irresponsável, como no caso do último aumento a certas categorias de funcionários públicos, um verdadeiro insulto aos que não tem recebido salário algum e aos 12 milhões de desempregados, herdados da devastação dos governos petistas.

Com esta esperança, creio que bem fundamentada, é que me dirijo a vocês todos, brasileiros de bem, desejando saúde, prosperidade e felicidade plena no ano que se anuncia.

https://www.ft.com/content/8edf5b2c-c868-11e6-9043-7e34c07b46ef


====================================

* José J. de Espíndola é Engenheiro Mecânico pela UFRGS, Mestre em Ciências em Engenharia pela PUC-Rio, Doutor (Ph.D.) pela Universidade de Southampton, Inglaterra, Doutor Honoris Causa da UFPR, Professor Titular da UFSC, Departamento de Engenharia Mecânica, aposentado.



... ... _ ▂ ▃ ▄ ▅ ▆ ▇ █ █ ▇ ▆ ▅ ▄ ▃ ▂ _ ... ...

Vejam outros artigos de J.J. de Espíndola:


= Clique sobre o título =
  1. Duplo luto
  2. Fatos e inversões
  3. A PGR chama o STF à responsabilidade
  4. Fé, ateismo e ignorância
  5. As urdições do prontuário ambulante
  6. Tem-se prova e convicção
  7. "Paulinho", Paulo e Toffoli
  8. TCHAU, querida!
  9. Novo ministro da Justiça e Teori, the slicer.
  10. Corrupção altruista
  11. Teori, the Slicer
  12. O impeachment de Dilma, a delação premiada e a hipocrisia milionária
  13. Tribunais superiores atacam Lava Jato, "again".
  14. Universidade, democracia e doutrinação
  15. A vida difícil de um ‘umilde’ trabalhador
  16. Homo Naledi, um novo hominídeo
  17. A opressão teocrática continua
  18. O uso constante da razão
__________________________________
"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
Aviso sobre comentários:

Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.
Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
___________________________________________________________
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
 COMPARTILHE ESTA POSTAGEM   
 USE OS BOTÕES ABAIXO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa