terça-feira, 25 de outubro de 2016

Senadoreco x Juizeco

Por Almir Quites - 25/10/2016


O que vi e ouvi ontem, pela TV, foi uma agressão a todo o povo brasileiro. Um escárnio protagonizado pelo presidente do Senado e do Congresso brasileiro. Uma vergonha!

Senador que chama um Juiz de "juizeco" merece ser chamado do que?

O "senadoreco", Renan Calheiros (PMDB-AL), por sua imposturice, já atiça o fogo do inferno brasileiro quando fala em "defesa das instituições democráticas", em "garantia do Estado de Direito" e em "combate ao abuso de autoridade". Imaginem quando se põe a atacar juízes de primeira instância. O senador chamou o juiz federal Vallisney Souza Oliveira (10ª Vara Federal de Brasília-DF), aquele que autorizou a prisão de quatro policiais legislativos, na Operação Métis, de “juizeco”.

É dever do Estado e especialmente do Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) fazer cumprir as Leis e a Constituição. No entanto, além dele próprio desrespeitar a Constituição, o STF tem se omitido quando afrontado por pessoas poderosas do Executivo, devido talvez a rede invisível de interesses pessoais que se sobrepõe aos interesses de Estado. O ex-presidente Lula já xingou e ofendeu os ministros do STF sem que nada tenha acontecido! Agora, Renan Calheiros, insultou publicamente o judiciário, justamente ele que tem processos contra si e que usa e abusa de ilicitudes para obstruir o trabalho da justiça. 

atual presidente do STF, ministra Carmen Lúcia, que tantas vezes já me decepcionou, provavelmente vai desapontar os brasileiros, limitando-se a algumas frases de efeito midiático, mas sem qualquer atitude concreta. Tipicamente ela se manifestou assim, no STJ: “Todas as vezes que um juiz é agredido, eu e cada um de nós, juízes, é agredido”. Frase de efeito emocional. Só isto. Aposto que nada além disto vai acontecer. 

No entanto, dos juízes de primeira e segunda instâncias pode-se esperar mais. A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) divulgou nota de repúdio às declarações de Renan Calheiros e salientou a gravidade da operação da polícia do Senado, com o propósito de obstruir investigações da Operação Lava-Jato, caracterizando "nítida afronta a ordens emanadas do Poder Judiciário”. Acrescentou também: “Esse comportamento, aliás, típico daqueles que pensam que se encontram acima da lei, só leva à certeza que merece reforma a figura do foro privilegiado, assim como a rejeição completa do projeto de lei que trata do abuso de autoridade, amplamente defendido pelo senador Renan Calheiros, cujo nítido propósito é o de enfraquecer todas as ações de combate à corrupção e outros desvios em andamento no País”.

Claro que isto não basta. É preciso que sejam instaurados procedimentos pragmáticos e explícitos para que  delinquentes “de colarinho branco”, que não respeitam a justiça brasileira, sejam severamente punidos. É o que os brasileiros de bem esperam! 

Falta coragem aos ministros do STF?

Há muitos brasileiros corajosos que dão lições de cidadania aos nossos governantes! Na própria Operação Métis, por exemplo, o policial legislativo do Senado, Paulo Igor da Silva, afirmou que sentiu medo, mas era seu dever denunciar os quatro policiais legislativos suspeitos de prestar serviço de contra inteligência para ajudar senadores investigados em operações da PF, em operações como a Lava-Jato. Ele relatou ao Ministério Público Federal que o chefe da polícia do Senado realizou as operações ilícitas nos gabinetes e residências dos senadores Fernando Collor de Mello (PTC-AL), Gleisi Hoffmann (PT-PR) e dos ex-senadores José Sarney (PMDB-AP), que foi presidente do Senado, e Edison Lobão Filho (PMDB-MA). Ele comentou que fez as denúncias porque sentia “obrigação moral” de informar o que via. O depoimento à polícia foi confirmado pelo colega Carlos André Alfama, que depôs como testemunha.

Felizmente ainda existem muitos "Francenildos" por aí!

Você se lembra do caso FRANCENILDO? Simplesmente emocionante! Vale a pena recordar toda a história! Leia aqui: 

✼ ✻ ✺✹✸ ✷  ✶ 💡 Divulgue 💡 ✶ ✷ ✸✹✺ ✻ ✼


Que autoridade moral Renan tem para atacar o Judiciário? 
====

Outras informações


Renan Calheiros tem 11 inqueritos contra ele no Supremo (STF). O STF precisa abrir urgentemente ação penal para transformar o presidente do Senado em réu. O tempo está assando e seus crimes estão sendo prescritos por falta de julgamento. Um absurdo! O STF é responsável por isto.
A denúncia feita pela Procuradoria Geral da República, há mais de 3 anos e meio, ainda não foi analisada. Renan foi acusado em janeiro de 2013 por crimes de peculato, falsidade ideológica e uso de documento falso por supostamente ter recebido propina da construtora Mendes Júnior. Conforme a denúncia da Procuradoria, Renan Calheiros forjou documentos para justificar o dinheiro que recebeu da construtora e enriqueceu ilicitamente.
O episódio envolvendo Mônica Veloso, desvendado em 2007, levou Renan à renúncia do cargo de presidente do Senado.Este processo está parado desde 2007 no STF.
Depois deste caso (
só mesmo num país de tolos), Renan voltou à presidência do Senado.
Há ainda outros dois inquéritos se arrastando contra Renan no Supremo. Descobriu-se também que Renan desviou R$ 44,8 mil do Senado e que também usou notas frias para justificar o desfalque nos cofres públicos.
Até quando a impunidade vai imperar?
Você sabia que...

OS POLÍTICOS MAIS CAROS DO MUNDO 
SÃO OS DO BRASIL
O povo é imbecil ou o sistema eleitoral é uma fraude? 
Quando o sistema eleitoral é uma fraude, o povo é imbecil!
====




Globo News Painel de 30 de julho de 2013
Os brasileiros têm consciência do por quê pagam tantos impostos?
Eles têm consciência que pagam demais?
====

✼ ✻ ✺✹✸ ✷ ✶ 💡 Divulgue 💡 ✶ ✷ ✸✹✺ ✻ ✼

Mais artigos deste "blog" ("weblog")
Clique sobre o título.
_______________________________________________________________
Aviso sobre comentários:

Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.


Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!

Volte sempre!
_______________________________________________________________
 COMPARTILHE ESTA POSTAGEM   
 USE OS BOTÕES ABAIXO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa