sexta-feira, 29 de julho de 2016

Que o vento a leve!

Por Almir Quites  - 27/07/2016

Hoje tratarei da burlesca evidência da degradação política brasileira. Para isso, valho-me do texto Dilma e a Nuvem, publicado na Folha (17/07/2016 - Ruy Castro), que o vento leva... Mostrarei que não há saída para a crise  política brasileira e que a última esperança é a eclosão de uma forte e permanente reação popular. Tênue esperança, mas a única que temos!

Não a vão calar por causa do seu cabelo.
A comprovação pitoresca permanecerá jocosa na nossa memória por muito tempo.

Claro que vamos sentir saudades da Dilma e do seu dilmês. "Onde encontraremos outra tão deliciosamente inepta, magnificamente irresponsável e esplendidamente à vontade no seu sesquipedal despreparo? Ninguém se lhe compara na firmeza com que exerce seu desconhecimento sobre a lógica ou a aritmética mais simples".

Realmente, "ninguém a supera na arte de dizer sandices e, ao corrigir-se, dizer mais sandices assim dobrando a meta". Foi a mandioca, o vento estocado, a mulher sapiens, as pastas de dente que saem mas não entram no dentifrício e o meio ambiente versus desenvolvimento sustentável. Como disse o articulista, temia-se que o afastamento de Dilma seu afastamento nos privasse de novas contribuições ao nonsense. Mas Dilma não falha — é só colocar-se ao alcance de um microfone".

Sua última pérola está no vídeo abaixo, no qual a Presidente Dilma Rousseff explica a história fantástica de algo estar na nuvem e que não a vão calar por causa do seu cabelo. Veja:
====

Ao saber que as acusações contra ela estavam na "nuvem" — uma nova forma de armazenamento incorpóreo e universal de arquivos — , Dilma reagiu assim: "Inventam uma história fantástica. Que tá na nuvem. É. Tá na nuvem. Sei lá que nuvem. Sabe, eu não entendi muito bem essa história de nuvem. Tô aqui tentando apurar direitinho. Como é que uma coisa pode estar na nuvem? É muito simples estar na nuvem, não tem de provar. Que nuvem? Onde está a prova?"

Segundo o articulista da Folha, "a Dilma tá certa. Essa história de nuvem é mais uma tentativa de golpe contra uma mulher honesta, que fez o diabo para se eleger e sofreu o diabo na ditadura".


A improlífica "presidenta" não entendeu que a nuvem ("cloud computing") é uma metáfora atual referente ao compartilhamento de informações propiciado pela internet, segundo o princípio da computação em grade.

Sobre outras asneiras da presidente Dilma, leia aqui:
AS BOBAGENS DA PRESIDENTE
http://almirquites.blogspot.com.br/2015/06/as-bobagens-ditas-pela-presidente-sao.html

Depois da leitura, repasse aos seus amigos. Recomende que vejam os vídeos. Afinal, RECORDAR É REVIVER!

Claro que vamos sentir saudades da Dilma, mas da parva, da Dilma tansa, nunca da Dilma presidente, incompetente, mentirosa, inescrupulosa e presunçosa. A "presidenta" que tanto infelicitou as famílias brasileiras e arruinou a economia do país, esta já vai muito tarde. Foi um desastre! Foi demais!

A verdade é que Dilma Rousseff, assim como o ex-presidente Lula, são fantoches que envergonham o Brasil. Dilma não é capaz de interpretar o texto das leis que ela, como presidente, tinha a função de assinar. Isto significa que ela não deveria ter sido presidente, por faltar-lhe competência. 

Então, como chegamos a este ponto de degradação da política? É o que vou explicar sucintamente. 

A população brasileira é composta por 75% de analfabetos funcionais (incluindo os analfabetos absolutos). O voto é obrigatório e a grande maioria dos votantes não é capaz de reconhecer um analfabeto funcional. Logo votam em incompetentes sem qualquer discernimento. Além disso, os candidatos aos cargos eletivos são escolhidos pelos caciques políticos de sempre, sem qualquer participação popular. Ao povo só resta escolher entre um e outro, ambos apadrinhados por arcaicos mandachuvas.

Para completar a tragédia, a apuração eleitoral é feita por computadores (note, as urnas também são computadores) controlados por pessoas desconhecidas que possuem o código secreto de acesso ao software. Assim fica absolutamente garantida a impossibilidade de se fazer qualquer prova de fraude. É impossível impugnar urnas ou mesmo toda a apuração eleitoral.

Os testes de segurança das urnas eletrônicas, realizados pelo Tribunal Superior Eleitoral, também são fraudes, por dois motivos: 
  1. porque não garantem que o software testado opere do mesmo modo no dia das eleições e, 
  2. porque a contagem que a urna faz é só a primeira parte do processo de apuração eleitoral, sendo que a segunda é a totalização, feita nos computadores de rede interna do TSE.
Assim, está claro que os corruptos manietaram o Brasil e enganam o povo.

Como que os brasileiros se deixam iludir deste modo? 

A crise é tão grave que já é assustador ver políticos negarem ou depreciarem a dramaticidade da situação. Parece que o desfalque da fabulosa dinheirama dos cofres públicos é coisa normal. Eles esquecem deliberadamente que esta fortuna deveria servir ao desenvolvimento da nossa sociedade e ao atendimento do povo mais carente, a maior vítima da tragédia nacional, um povo desprovido do essencial, não por uma fatalidade, mas pela ganância de políticos corruptos. Estes, colocam ignorantes nos cargos mais importantes e manejam o governo em seu favor, sem ter que assumir as responsabilidades inerentes ao importante cargo público.

Precisamos de uma ampla reforma política e de uma grande renovação dos políticos, mas não há como mudar o Brasil pela via eleitoral! Infelizmente! Os donos do Brasil continuarão sendo os mesmos.

Não se iludam com as eleições deste ano. As grandes fraudes ficarão para 2018, onde os cargos em jogo são muito mais importantes.

Descrentes do processo eleitoral, muitos conhecidos me dizem que não votarão nestas urnas  duvidosas. Em vez de não votar, pergunto, por que você (você que não quer votar) não faz o protesto do Joãozinho? Foi o que eu fiz na eleição de 2014, esclareço. Com isto você obriga o próprio mesário a cometer a ilegalidade de anular o seu voto. Se 2% dos eleitores fizessem este protesto, ele viraria manchete no noticiário brasileiro (talvez até no exterior). Para entender este tipo de protesto, leia aqui:
☆ O PROTESTO DO JOÃOZINHO 
http://almirquites.blogspot.com.br/2014/05/conto-da-urna-eletronica.html

Colocar analfabetos em cargos públicos é muito pior que entregar os veículos do país a motoristas sem habilitação.

Acorda, Brasil!
Proteste nas ruas e nas redes sociais! 
VAMOS DEMONSTRAR 
NOSSO DESCONTENTAMENTO!

¨°•○●□.. ☆ \AMQ/ ☆ ..□●○•°¨ .


Leia mais:
Clique no título
  1. O STF e a Lava-Jato em foco
  2. Freios para o STF
  3. Suspeitíssima Urgência na Legalização da Jogatina
  4. O Infausto Final de Junho
  5. Perícia liquida com a defesa de Dilma Rousseff
  6. É Tempo de Repensar o Brasil
  7. Constituinte: Sim ou Não
  8. Imaturidade da Câmara e do STF
  9. O Encanto do Tempo
  10. A grande dívida constitucional
  11. Combate: Justiça x Lula
  12. Insegurança eleitoral
  13. O Brasil luta contra a bagunça
  14. Há 14 anos no pico da imoralidade
  15. Lula ontem e hoje
  16. O governo e nós
__________________________________________
"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""

Aviso sobre comentários:

Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.
Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
___________________________________________________________
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
 COMPARTILHE ESTA POSTAGEM 
 Use os botões abaixo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa