domingo, 1 de maio de 2016

Houve fraude eleitoral ou idiotia dos eleitores?

Por Almir Quites - 01/05/2016


Hoje é 1° de maio, Dia do Trabalhador, portanto dia de todos nós. Como a palavra "trabalhador" foi conspurcada pelo Partido dos Trabalhadores, deveríamos mudar o nome deste dia para Dia do Cidadão

Mais que um simples feriado, seria um dia de descanso do labor diário para manter a Família e um Estado ineficiente na gestão dos bens públicos, o qual cobra-nos altos impostos, os "dois quintos dos infernos". Aliás, ontem foi o último dia para a entrega do Imposto de Renda. 

Além disso, temos que considerar a luta incessante contra a tendência do Estado de controlar nossas ações e nossas mentes. Neste Dia do Cidadão de 2016, vivemos intensamente a aflição de um governo que se evapora e a urgência de completar o processo constitucional para substituí-lo. 

Cabe também refletir sobre as causas da tragédia nacional, que necessariamente passam por nosso comportamento descuidado com relação ao dever de manter os governantes sob nosso controle. “O preço da democracia é a eterna vigilância”, parafraseando Thomas Jefferson, cujo texto original era: “O preço da liberdade é a vigilância eterna”.


Se você me disser que não houve fraude na apuração da eleição presidencial de 2014, então terá que admitir que o povo brasileiro seja idiota, porque elegeu a presidente por maioria simples e, com pouco mais de dois meses de mandato, já a rejeitava por maioria qualificada de 2/3. Na hipótese da idiotia dos eleitores, a eleição direta seria tolice!

A fraude eleitoral, tanto na campanha política como na apuração dos votos, agrava o estado de saúde do país. Com a ilegítima continuidade do governo petista em 2015, a rejeição popular continuou aumentando e o governo foi apodrecendo até se desfazer por completo em apenas um (um) ano! É o óbvio resultado da fraude eleitoral! Agora apenas agoniza, porque a nossa Constituição contém excessivas proteções aos governantes, em detrimento dos cidadãos. 

Do Mensalão ao Petrolão, mais de 80% dos escândalos da última década tiveram sua origem no Palácio do Planalto, bem ao lado do presidente da República, o qual, encouraçado em seu peculiar populismo, cinicamente apenas repetia ad nauseam que nunca vira nada e nunca fora advertido de nada.

Poderíamos ter extirpado o mal há 10 anos, mas a oposição ao governo preferiu fechar os olhos ao crime, deixar Lula sangrar e apostar na vitória eleitoral de 2006. Além disso, além de blindar o presidente Lula, o STF aplicou penas muito brandas aos políticos, o que incentivou a continuidade delituosa, que reapareceu muito mais desenvolvida no escândalo do Petrolão

A grande maioria da população brasileira, 75%, é analfabeta funcional. Não duvido que nem saibam disso! Como fazê-la entender a fraude eleitoral? A autoria do voto deve ser secreta, mas a apuração eleitoral deve ser transparente, conferível!

Aqui recomendo a leitura do seguinte artigo:
A URNA ELETRÔNICA É DESONESTA. É programada por desonestos!
http://almirquites.blogspot.com.br/2015/07/a-urna-eletronica-e-desonesta-so-ela.html

O problema não se restringe apenas à questão das urnas eletrônicas. Nos países em que o governo é concentrado, como no Brasil, que não passa de uma pseudofederação, o povo perde o controle de seu governo. Logo, o risco de abusos é enorme, porque o governo se utiliza da informática. Um governo eletrônico (e-gov), para manter sua hegemonia no controle social da sociedade, pode esconder suas práticas criminosas com a tecnologia. Nas sociedades pouco desenvolvidas, as novas tecnologias da informação e da comunicação (TICs) não são entendidas pelo povo. Então, como garantir que o e-gov se sirva da tecnologia unicamente para suporte aos serviços públicos em prol dos cidadãos? Como evitar que a tecnologia seja usada para suprimir a autodeterminação e manter o controle social das pessoas físicas e jurídicas? Como evitar que por meio da vigilância eletrônica o governo descambe para o autoritarismo? Será que o fenômeno descrito em “1984” (romance de ficção de George Orwell) está sendo gestado? Como ficam as populações que não têm acesso ao "pensamento complexo", definido por Edgar Morin, sem qualquer controle sobre os "operadores de complexidades"?

O e-gov, tal como a internet, pode gerar efeitos danosos nos povos menos desenvolvidos. Os cidadãos sérios e honestos precisam cuidar das questões advindas desta nova ordem na relação cidadão/Estado e forçar os partidos políticos a colocá-las num nível de elevada prioridade. A própria tecnologia oferece soluções para isto, mas a questão deve ser posta em evidência e deve ser tratada com a devida prioridade.

A propósito, para que servem as urnas biométricas, senão para coletar as impressões digitais de todos os dedos dos brasileiros?


Quanto às urnas eletrônicas brasileiras, sugiro que os cidadãos leiam mais sobre o assunto, antes de sair por aí dando opiniões equivocadas. O tema não é trivial.

Para entender melhor a gravidade da situação do eleitor brasileiro, leia aqui:
**********     .  🔽 🚧 🔽  .     **********

Agora, veja os vídeos.
Os dois primeiros mostram a evidência estatística de que há fraude. Já o terceiro, mostra como o TSE funciona e como as fraudes podem ser feitas.

Eleição de 2014 sob suspeita

====



CONCLAVE DE SÃO PAULO - 28/11/2015
PALESTRA DO DR. HUGO CÉSAR HOESCHL


====



CONCLAVE DE SÃO PAULO - 28/11/2015 

PALESTRA DA DRA. MARIA APARECIDA CORTIZ

====

Leia mais:
Clique no título


__________________________________________
"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""

Aviso sobre comentários:

Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.

Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
___________________________________________________________
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa