terça-feira, 19 de abril de 2016

Tchau, querida!

Por José João de Espíndola, Ph.D, Dr. H.C. - 24/03/2016


Após a impressionante execração pública do governo petista, quando mais de 3,5 milhões de brasileiros indignados foram às ruas cantar o “fora Dilma-Lula-PT”, veio a execração parlamentar com a votação da admissibilidade do impeachment (robustos 367 a favor, versus míseros 137 contra).

Aquela que já “fizera o diabo” para eleger-se em 2014 e continuou “fazendo o diabo” com as contas públicas para esconder o rombo monumental, em 2014 e mesmo em 2015, recebeu a maior manifestação de repúdio republicano, superando até o dirigido anteriormente a Collor.

Se ainda restava dúvida a alguma alma pura (aos portadores de SLA — Síndrome da Lulopatia Adquirida — Dilma continuará santa e Lula, o messias da seita petista) deve ter ficado claro, após a votação: Dilma é persona non grata no comando da República. Deve ser expelida de lá o quanto antes para que a credibilidade fiscal do Brasil renasça, brasileiros e estrangeiros invistam, juros de empréstimos internacionais caiam, recriem-se os postos de trabalho fechados (10 milhões!) pela falta de credibilidade e incompetência do seu governo, a Petrobras volte a respirar na UTI em que se encontra, a inflação caia e uma atmosfera de decência caia sobre o Brasil.

Não só Dilma é persona non grata mas, com ela, Lula e todo o estoque de "cumpanheiros" que ainda se movimentam como zumbis no governo (e ainda não moram no Hotel da PF em Curitiba) são, todos, personae non gratae ao Brasil que presta.

Termino apresentando um vídeo inteligente sobre esta raça de vampiros sugadores do sangue da nação. O vídeo é centrado no vampiro chefe, Lula, mas abrange todo o espectro de sugadores da República.

A colaboração de Chico Buarque de Holanda na confecção deste vídeo é publicamente reconhecida e agradecida.

====

-----------------------------------------
José J. de EspíndolaPh.D, Dr. H.C., em 03/01/2015. 
O autor é Professor Titular da UFSC, Departamento de Engenharia Mecânica, aposentado.
-----------------------------------------

================

QUANDO CARTOLA COMPÔS ESTA MÚSICA, UM CLÁSSICO DA CANÇÃO BRASILEIRA, NÃO PODERIA IMAGINAR QUE ESTAVA DESCREVENDO MOMENTOS TRÁGICOS DE UMA MULHER DO SÉCULO 21,
QUE NÃO SOUBE RESPEITAR SEUS LIMITES LEGAIS.
====


__________________________________________________
"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
Aviso sobre comentários:
Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.

Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!

""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa