terça-feira, 29 de março de 2016

Necessária reconstrução do Estado

A crise econômica brasileira é muito mais grave do que parece, porque além falência institucional estamos na eminência de uma crise financeira internacional. O impeachment da Presidente Dilma é necessário, mas não é suficiente. É preciso recomeçar com uma nova Constituinte.

A Petrobras foi destruída, a indústria faliu, o Brasil mergulhou em profunda recessão, a inflação rompeu o teto da meta, o desemprego explodiu etc. Tudo indica que ainda teremos, pelo menos mais 3 anos de recessão, portanto a fragilidade do Brasil vai se acentuar. Ao mesmo tempo, há tempestade se formando no horizonte, pois tudo indica que em breve teremos uma enorme crise financeira mundial. Como poderá o Brasil resistir? Este governo vai cair e os vindouros não terão condições de reverter o estrago que os governos passados causaram.

Tudo isso, junto com a fratura institucional exposta, pode levar (devia ter dito "levará") o Brasil à miséria. O Brasil é tradicionalmente sensível a flutuações da economia mundial, porque nossa economia se baseia em commodities e nossa moeda é frágil. Não será suficiente, nem mesmo, colocar a casa em ordem sem a ajuda externa. Só prosperamos quando e se a economia internacional permitir. Até é possível, por curtos períodos, ter a sensação de prosperidade mesmo com nossos fundamentos internos em frangalhos, simplesmente "surfando a onda" internacional, como já aconteceu, mas a recíproca não é verdadeira.

Neste contexto, é óbvio que impeachment é pouco, é insuficiente. Não basta substituir o atual governo. Será preciso reconstruir o Estado, em outras bases, com nova Constituição, feita por gente de alto nível e de grande isenção político-partidária, gente que não participe e não participará do governo ou de qualquer atividade político-partidária. Talvez nem tenhamos tempo para isso. Recomendo a seguinte leitura: O BRASIL E A FALÊNCIA INSTITUCIONAL (Clique)

A atual situação estrutural brasileira é gravíssima. A ela soma-se um problema conjuntural, a incompetência e a desonestidade dos governantes. O atual déficit primário é dantesco. Sistematicamente, dia a dia, nossa riqueza vai sendo destruída. Este retrocesso econômico nunca antes foi tão grave. A própria presidente é incapaz para tão alto cargo, como se constata diariamente. Veja aqui: A DESCONSTITUIÇÃO BRASILEIRA 

Sim, estou pessimista, mas gostaria muito que que a violenta crise que se aproxima, em seu dramático pico, pudesse nos proporcionar a reconstrução do Estado.

***********************************




__________________________________________
"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""

Aviso sobre comentários:

Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.

Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
___________________________________________________________
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa