domingo, 21 de fevereiro de 2016

Corrupção altruista

Por José J. de Espíndola, Ph.D, Dr. H.C.
O autor é Professor Titular da UFSC, Departamento de Engenharia Mecânica, aposentado.
10/02/2016


Diz Reinaldo Azevedo no texto abaixo: “A cada enxadada, uma minhoca. ”

A frase pode ter vários significados. Um deles, adotado pelos petistas empedernidos, defensores da doutrina da “Corrupção Altruísta”[Ver nota abaixo], é o de que a cada achado fica mais evidente que Lula é, como ele próprio afirmou, a pessoa mais ética e mais honesta ‘nunca antes vista nessepaís’.
(Veja no vídeo: https://youtu.be/PbxIYECosBM )


Mas o Azevedo, como eu, é daqueles – “burgueses, daselites e preconceituosos” – “que não gostam de pobres, nunca aceitaram que um operário umilde e cimples, ascendesse (epa!) à Presidência da República, ou fizesse tanto pelos pobres” como Marcelo Odebrecht, José Dirceu, Delúbio Soares, Alberto Youssef, Paulo Roberto Costa (o “Paulinho”, para o Lula), Léo Pinheiro (da OAS, que chamava Lula de Chefe, aliás muito acertadamente), Rosemary Noronha (ex- Primeira Amante), Lulinha (o Filho mais velho de Lula, também conhecido como Lulinha Telemar), Lulinha II, o filho mais novo de Lula e revelação do marketing esportivo virtual (também conhecido como marketing “Control C, Control V), Taiguara Rodrigues (o sobrinho de Lula, ontem uma insignificância, hoje um milionário associado à Odebrecht), Ricardo Pessoa (empreiteiro da UTC que, segundo ele mesmo, só tinha um amigo: Lula), Alexandrino Alencar (executivo da Odebrecht), o próprio Lula e tantas outras minhocas petistas ou associadas ao PT.

José J. de Espíndola, Ph. D.

NOTA:

Corrupção Altruísta é o desvio de recursos públicos (Tesouro, Banco do Brasil, BNDES, Correios, Petrobras, ...) para a criação do Estado dos Trabalhadores (petistas, claro!) em substituição ao Estado Democrático de Direito. ‘Mensalão’ e ‘petrolão’ são expressões relevantes desta doutrina, que sempre circulou nos corredores e porões do PT e que tanto apelo trás para petistas, explícitos ou enrustidos, muitos deles nas universidades brasileiras. Personagens com Zé Dirceu, Delúbio Soares, José Genoíno e o próprio Lula são chamados ‘heróis nacionais’ pelos petistas pela enorme contribuição que eles deram à aplicação prática da teoria da Corrupção Altruísta.


Claro, é inevitável, implementar a Corrupção Altruísta sempre leva a aparelhamentos do Estado e desvios para bolsos particulares de gente como Lula e seus familiares, Zé Dirceu e tantos outros. O que se espera, então, do petista empedernido, é que vire a cara para o lado, finja que não viu e não vê, combata os que viram e denunciam. Tudo pelo grande objetivo final: a construção do Estado dos Trabalhadores.


O Estado Democrático de Direito e a decência pessoal e pública que se danem! (J. J. de E.)

========

A cada enxadada, uma minhoca! Corinthians pagou R$ 500 mil a filho de Lula. Ninguém sabe por quê!
Luís Cláudio, já investigado na Operação Zelotes, teria prestado serviços na área de marketing, mas diretor da área à época diz desconhecer. Pagamento coincide com construção do Itaquerão, que teve dinheiro público: do BNDES!

Que coisa! A cada enxadada, uma minhoca!

Acreditem: num dado momento, Luiz Inácio Lula da Silva e seu partido reuniram mesmo as condições objetivas para mudar muita coisa no país. A Fortuna lhes sorriu. Mas as personagens estavam erradas, e o enredo era falso. O que eles tinham em mente não era bom.

Ao contrário: era péssimo. Os velhos vícios da política foram postos a serviço dos novos, introduzidos pelo petismo, e os novos garantiram a sobrevivência do velho. E chegamos, então, a este ponto.

Olhem aí… Mais uma. Entre 2011 e 2013, informa a Folha, Luís Cláudio Lula da Silva, o rebento mais novo do Babalorixá de Banânia, recebeu cerca de R$ 500 mil do Corinthians sem ter feito nenhum trabalho que se conheça. Nada!

Até aí, perguntará alguém, o que é que tem? Para todos os efeitos, o Corinthians é um ente que pertence à esfera do direito privado. Se quer dar dinheiro para o filho de Lula, problema dos sócios… Pois é. Assim seria se assim fosse.

O período dos pagamentos coincide com a construção do estádio do clube, o Itaquerão (de 2011 a 2014), que saiu pela bagatela de mais de R$ 1,2 bilhão. E daí? Daí que o BNDES, de maneira inexplicável até hoje, financiou nada menos de R$ 400 milhões da obra.

Que coisa! Lembram-se do irmão mais velho de Luís Claúdio, o Fábio Luís, vulgo Lulinha? Era monitor de jardim zoológico e virou próspero empresário logo no segundo ano do governo do pai. A Telemar comprou 30% de sua Gamecorp por R$ 5 milhões. Também a empresa de telefonia tinha dinheiro do… BNDES.

Mas Luís Cláudio trabalhou?

É claro que, dadas as circunstâncias, com dinheiro público atochado no Itaquerão, o filho do ex-presidente jamais deveria ter sido contratado. Mas vamos dar uma chance: ao menos ele trabalhou? Eis o busílis.

A exemplo do seu “job” para a empresa de lobby Marcondes & Mautoni, não se sabe que diabos fez o filho de Lula para o Corinthians. Não há registro. A Folha ouviu Luis Paulo Rosenberg, economista e responsável pelo marketing do clube de 2007 a 2012, e mais oito pessoas da área. Ninguém nunca ouviu falar do trabalho do rapaz: “Não me lembro de nenhuma tarefa que ele tenha sido convocado para desenvolver ou que ele tenha realizado algo”, afirma Rosenberg.

Informa a Folha:
“Foi Andrés Sanchez, hoje deputado federal pelo PT e na época presidente do Corinthians, quem garantiu tanto a entrada de Luis Cláudio na equipe quanto sua volta ao time como empresário. Sanchez disse que o filho de Lula foi contratado a pedido do técnico. ‘O Mano [Menezes] pediu ele como auxiliar.’   A versão não é confirmada pela assessoria do treinador, que afirmou ter sido ‘uma indicação do clube à área física e que o treinador aceitou’.”

Entenderam?

Sanches nega que tenha havido alguma irregularidade e diz ter documentos para provar. Vamos ver quais. Ele próprio já admitiu a interferência de Lula para facilitar a construção do Itaquerão. Falou nestes termos: “É óbvio que um presidente, conselheiro do Corinthians, amigo meu, em muitas coisas que eu demoraria um mês para ser atendido, eu fui atendido no dia seguinte”.

Claro, é tudo muito óbvio, não é mesmo?

Bem, a Polícia Federal investiga agora as relações de Luís Cláudio com o Corinthians, dada a dinheirama recebida no período em que o estádio era construído, com uma boa parcela de dinheiro público.

A petezada e a esquerda, claro!, acham isso muito… normal.
----------------------




__________________________________________________
"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
Aviso sobre comentários:
Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.

Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
___________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa