terça-feira, 15 de setembro de 2015

A vida difícil de um ‘umilde’ trabalhador

21/08/2015
Por José J. de Espíndola (*)

A reportagem de capa da revista Isto É, desta semana que termina (19/08/2015), é estarrecedora. Não que, no que se refere a Lula, o Cappo di Tutti i Cappi, possa haver mais um choque. O choque reside em se avaliar a conexão da Lava Jato com empresas fora do setor petrolífero. Pelo menos uma, a cervejaria Itaipava, já foi desmascarada. O que mais estará por vir?


Ah, sim. Descobre-se mais um amigo íntimo de Lula que, muito em breve, estará preso e requerendo Cooperação Premiada com a Justiça.

Pergunto mais uma vez: haverá algum amigo, algum cooperador íntimo de Lula que seja (ufa!) honesto? Ou o apedeuta é um fenômeno biológico-moral único que, como um vírus maligno, infecta a todos os que dele se aproximam? 

Como curiosidade, cito a lista dos quatro maiores contribuidores (mostrados na reportagem) da campanha da Dilma, este curioso membro único da espécie mulher sapiens e cientista descobridora da importância da mandioca e do milho na evolução biológica da ‘espécie’ dos silvícolas brasileiros, - o que lhe deverá valer o Prêmio Darwin de Paleontologia Exotérica de evolução das espécies. 

Eis as empresas amigas de Lula e do PT:

1°.  JBS (Friboi) ------------------------------R$ 69,2 milhões

(Observação: A Friboi é de propriedade de Lulinha Telemar, filho de Lula, aquele “gênio” (Ronaldinho, como o chamou o pai orgulhoso) da informática descoberto (pela Telemar, hoje “Oi”) enquanto alimentava macacos no zoológico de São Paulo, onde trabalhava como estagiário)

2°. Andrade Gutierrez ------------------------R$ 20 milhões

(Observação: A Andrade Gutierrez faz parte do cartel de empresas pagadoras de propinas do Petrolão). Foi denunciada, em Cooperação Premiada com a Justiça, por Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras e grande amigo de Dilma e Lula (Este, alias, o tratava pelo diminutivo carinhoso de ‘Paulinho). Seu presidente, Otávio Marques Azevedo —  outro grande amigo de Lula —  e um dos seus executivos tiveram prisões preventivas decretadas pela Justiça Federal.

3°. OAS ------------------------------------R$ 20 milhões

(Observação: O presidente da baiana OAS, Leo Pinheiro, que tinha o hábito de chamar Lula de “Chefe”, está preso em Curitiba, alcançado que foi pela Lava Jato e já indicou que pode comprometer tanto o “Chefe”, quanto seu filho, Lulinha Telemar. Foi a ele que Lula solicitou a reforma de seu sítio particular, um paraíso campestre, coisa de cinema hollywoodiano, com piscina, cachoeira, campo de futebol, imensa área de pesca, ... tudo pago com dinheiro vivo e operários não registrados. Foi também ele que construiu o tríplex do ‘operário’ no Guarujá, com elevador privativo, pista de pouso para helicóptero, piscina e todos os demais confortos  que um ‘umilde’ torneiro mecânico tem direito. Ah, sim, só faltava mais esta: dizem as más línguas que Lula, o “Chefe” determinou, através de um emissário, que Leo Pinheiro arranjasse um emprego e dinheiro para o marido de Rosemary Noronha, a ex- Primeira Amante que, contrariada, ameaçava abrir a boca, ou por a boca no trombone.)

4°. Cervejaria Petrópolis (cerveja Itaipava) -------- R$ 17.5 milhões
*
*
*

9°. AMBEV ---------------------------------------------- R$ 7,5 milhões

(Observação: A AMBEV talvez seja, hoje, a mais gigantesca cervejaria do mundo)

A matéria completa da Isto É pode ser acessada pelo link abaixo:
http://www.istoe.com.br/reportagens/432063_O+PETROLAO+O+SR+ITAIPAVA+E+A+CAMPANHA+DE+DILMA

Lula, enquanto proferia palestra na Itaipava sobre a importância da cerveja na sua saúde financeira. 
Sua empresa de palestras, a LILS, faturou, nos quatro anos após deixar o poder, a módica quantia de R$ 27 milhões, todo este modesto faturamento pago por empresários amigos. 
Desses 27 milhões, R$ 10 milhões foram pagos por empresários presos pela Lava Jato. Dá para construir uma correlação?


(*)  José J. de Espíndola é Ph.D. (Dr.) pelo Institute of Sound and Vibration Research (ISVR) da Universidade de Southampton, Inglaterra. Foi agraciado com o título de Doutor Honoris Causa pela UFPR. É Membro Emérito da ABCM (Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas) da qual recebeu o Prêmio Engenharia Mecânica Brasileira, “em reconhecimento às suas inúmeras contribuições em prol das Ciências Mecânicas no Brasil”. É detentor do Prêmio Honorary Session concedido pelo Comitê de Dinâmica da ABCM, em fevereiro de 2007. Medalha da UFSC “Em reconhecimento a sua ação pioneira, na comemoração dos 40 anos de Pós-Graduação na instrituição”. Medalha João David Ferreira Lima, concedida pela Câmara de Vereadores de Florianópolis, “pela sua contribuição ao ensino superior.” É fundador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica da UFSC. Criador da Área de Concentração em Vibrações e Acústica e do LVA- Laboratório de Vibrações e Acústica da UFSC. É professor Titular da UFSC, Departamento de Engenharia Mecânica, aposentado.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

__________________________________________________
"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
Aviso sobre comentários:
Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.

Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
___________________________________________________________
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa