quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Como salvar o País?

Por Almir M. Quites
16/08/2015


Como salvar nosso país da vergonhosa corrupção e das crises financeira, econômica, moral, ética, social... etc. ?

Educar para a cidadania, sem doutrinação! Eis a resposta. O cidadão bem educado não se deixa iludir por ideologias e respeita os valores universais. 


Morei num país no qual a corrupção era raridade, as leis eram respeitadas e a Justiça era rápida. Lá as profissões de maior prestígio social eram:  de PROFESSOR (de qualquer nível educacional)  e de FUNCIONÁRIO PÚBLICO.  

Aqui no nosso Brasil, estamos ainda muito longe disso, mas chegaremos lá, com tempo e com muito trabalho. Não será fácil! Primeiro precisaremos conscientizar os cidadãos de que a democracia exige a permanente fiscalização. Uma operação como a Lava-jato teria que ser permanente. 


Parece-me que o mais importante agora é o problema que está sendo subestimado por todos. Trata-se da ...

INCONSTITUCIONALIDADE ELEITORAL 

Há muitíssimas razões para afirmarmos que as eleições de 2014 foram fraudulentas. Entre elas estão: 
  • o uso de recursos ilícitos na campanha eleitoral, principalmente recursos públicos; 
  • as mentiras da candidata Dilma Rousseff; 
  • a maquiagem dos dados financeiros, econômicos e estatísticos; e
  • as operações financeiras ilícitas, como as "pedaladas fiscais" (por exemplo). 
Cada uma destas razões já seria suficiente para anular a eleição, caso o Brasil fosse mesmo uma democracia, onde as instituições devem ser mais importantes que os políticos e seus cargos. No entanto, há outra razão muito mais importante que as já citadas, a qual tem sido sistematicamente ocultada: a INCONSTITUCIONALIDADE da apuração eleitoral.

Sim, as eleições brasileiras são INCONSTITUCIONAIS, embora o STF & TSE não admitam, por um motivo muito simples: são eles, o STF e o TSE, os responsáveis por isso! O pior é que qualquer processo sobre este assunto será julgado por eles mesmos, os próprios réus.


Como sair desta armadilha? Só mesmo com a conscientização e a fortíssima mobilização popular. 


Não aceite que digam que a eleição de Dilma Rousseff, para seu segundo mandato, foi legítima. Não foi legítima, nem constitucional. Se alguém disser isso, conteste imediatamente! ✂Corte esse papo!


Para isso, é claro, você precisa entender bem esta questão. Leia sobre o assunto! Vou indicar alguns textos que foram escritos para serem didáticos e interessantes. 


Há um conto (forma literária, uma narrativa) que explica bem direitinho o outro tipo de conto (o embuste, o conto do vigário). O nome dele é: CONTO DA URNA ELETRÔNICA
Sabe, o Joãozinho? Pois é, ele mesmo, aquele menino desbocado. É ele quem dá a lição! Clique aqui, no nome alternativo do conto:
O PROTESTO DO JOÃOZINHO
http://almirquites.blogspot.com.br/2014/05/conto-da-urna-eletronica.html

Lido? Pois saiba que a eficácia do protesto do Joãozinho foi comprovada.  Veja aqui como aconteceu:

DEPOIMENTO E INDIGNAÇÃO 
http://almirquites.blogspot.com.br/2014/10/meu-depoimento-e-indignacao-de-eleitor.html

O problema não está apenas no funcionamento e concepção da urna eletrônica. Há todo um sistema concebido para que as fraudes sejam eletrônicas e sejam invisíveis. Para facilitar o entendimento disso, temos aqui um outro conto (outra narrativa). O conto, em vídeo, facilita o entendimento. Ouça aqui:

ELEIÇÕES NA KREDULÂNDIA
http://almirquites.blogspot.com.br/2014/11/eleicoes-na-kredulandia.html

No final, compare com o sistema eleitoral brasileiro. Você ficará indignado!


Finalmente, aprofunde seu entendimento a partir deste terceiro conto (narrativa), o qual será a porta de entrada para muito mais sobre este tema. Clique aqui:

O FUNERAL ELETRÔNICO
http://almirquites.blogspot.com.br/2015/01/o-funeral.html
Depois da leitura, aperte o botão CONFIRMA, que você encontrará lá, depois do texto (depois do conto).

Lembre-se: fraude em eleições presidenciais equivale a GOLPE DE ESTADO! 


Agora ajude a conscientizar os brasileiros. 


Há muito o que fazer pelo Brasil.


Almir M. Quites

••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••

VEJAM ESTE VÍDEO
O Dr Hugo Hoeschl, procurador da Fazenda Nacional, é autor de trabalho científico que detecta matematicamente a existência de fraude em processos macro-numéricos. Só a aplicação da "Newcomb Benford law" já justificaria a anulação das eleições de 2014! 
Assistam para entender a aplicação destes algoritmos as eleições brasileiras!
====


 Cartaz que foi afixado no TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL de Pernambuco.

Para entender a referência a empresa venezuelana SMARTMATIC, leia o seguinte artigo:

NOTA:
A Lei federal 6.454/77 proíbe a atribuição de nome de pessoa viva à bem público, seja de qualquer natureza. Proíbe ainda a inscrição de nomes de autoridades ou de administradores em placas indicadoras de obras ou de veículo de propriedade a serviço da administração pública. Como se vê, o Judiciário dá péssimo  exemplo, porque ele mesmo não cumpre a lei em relação ao TRE/PE, que tem o nome de Antônio Camarotti. O mesmo se dá em relação ao suntuoso edifício da sede do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, que tem nome de pessoa viva, Djacy Falcão.
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Ouça e veja aqui!
A advogada, Dra. Maria Aparecida da Rocha Cortiz e o especialista em criptografia e segurança de dados Amilcar Brunazo Filho que vão falar sobre “A vulnerabilidade da urna eletrônica brasileira – Será que pode haver fraude ou manipulação no resultado?
====
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Leiam também aqui:




__________________________________________________
"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
Aviso sobre comentários:
Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.

Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
___________________________________________________________
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa