sexta-feira, 11 de abril de 2014

MARX NÃO DEFENDIA VIOLÊNCIA OU CORRUPTOS

Estes esquerdistas dogmáticos de hoje usam MARX acriticamente e até sem tentar entendê-lo. Certamente MARX, se vivesse hoje aqui no Brasil, não apoiaria a autodenominada esquerda da América Latina. 

Que eu saiba, MARX, ou mesmo ENGELS, não apoiava a violência. Só numa circunstância muito especial, que até pode ser caracterizada como um tipo de auto defesa. Se alguém discorda, por favor, apresente-me um texto de Marx que incite a violência. Eu o registrarei aqui.
O que sei é que MARX defendeu a violência somente quando se opôs ao monopólio da violência  por parte do Estado no discurso na Comuna de Paris (1871 - discurso ao Conselho Geral da Internacional), mas isso foi  no contexto da Guerra Civil, como consta em seu livro A Guerra Civil na França (em alemão: Der Bürgerkrieg in Frankreich). Portanto, deve-se considerar o contexto da época, quando os acontecimentos revolucionários na França, entre 1848 e 1851levaram ao golpe de estado pelo qual Napoleão III se nomeou imperador, à semelhança de seu tio Napoleão.  Somente a partir daí Marx passou a entender que o  uso da violência se justificaria no caso de uma guerra civil ou quando uma ditadura violenta estivesse instalada. Antes dissoMarx só questionava a forma como a sociedade se organizava e as injustiças decorrentes. Marx  sempre dizia que, em seu Estado (como ele defendia que fosse), os cargos públicos seriam eletivos.  A violência não fazia parte da doutrina marxista. Ao contrário, seu objetivo final era a superação dos antagonismos entre classes, especialmente entre capitalistas e operários, embora não soubesse como consegui-la. Hoje, até parece que o que estou escrevendo é uma bobagem, até pior, uma heresia.

Aqui no Brasil, os 
guerrilheiros dos anos 60 e 70 estavam a serviço da ditadura soviética, financiados por ela. Inclusive foram treinados em Cuba e nunca negaram isso (seria mesmo impossível). Portanto aqueles guerrilheiros eram mesmo terroristas, porque não objetivavam libertar os brasileiros da ditadura militar, mas simplesmente substituir uma ditadura por outra, a ditadura comunista. 

Aliás, a doutrina marxista sempre foi usada por políticos inescrupulosos para a tomada do poder e depois disso, sempre transformaram-se em ditadores cruéis. Parece-me que Marx foi vítima deles. AliásMarx chegou a vislumbrar isto, quando previu que após cada revolução do proletariado, os novos líderes teriam que desarmar os operários e que isto levaria a uma nova luta "cujo desfecho seria a derrota dos operários" (nas palavras dele próprio).

  
Marx escreveu: "Ao chegar ao poder, a classe operária deve prevenir-se contra seus próprios mandatários e funcionários, declarando-os demissíveis a qualquer tempo e sem exceção". Referindo-se a exemplos de revoluções anteriores, Marx escreveu também, no mesmo texto, o seguinte: "esse
órgãos (explico: órgãos do novo estado proletário") converteram-se à medida em que defendiam seus próprios interesses específicos, de servidores da sociedade em seus senhores".

Como se vê, MARX tinha perfeito entendimento dos riscos da chamada revolução proletária. 
Para mim, ele foi um intelectual que merece ser respeitado. Isto não significa que eu concorde integralmente com ele. Hoje sabe-se dos seus erros, mas a ciência, evolui assim mesmo. Newton, com sua Mecânica Clássica, também cometeu erros, só evidenciados séculos depois, por Einstein, mas sua contribuição a ciência foi valiosíssima, até mesmo para Einstein. O mesmo acontece com Marx.

Marx nunca defendeu a violência ou corruptos!

Almir Quites

Post-scriptumNão sou marxista, pois não acredito na sua doutrina. Simplesmente não funciona. A História mostra isso. Marx, aliás como todos nós, também tinha as suas incoerências. No artigo acima, não estou defendendo a doutrina marxista, apenas informo que Marx não defendia corruptos e era adepto de eleições livres e limpas. Almir Quites



Sugestões de leitura (basta clicar):

Violência gera violência, deseduca o povo e brutaliza, bestifica a sociedade.

====



_____________________________________________________________________
"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
Aviso sobre comentários:
Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.
___________________________________________________________________
""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa