domingo, 7 de janeiro de 2018

O tempo passa, a memória reconecta

Por Almir Quites

Brasil, equipe Campeã Mundial de Basquete em 1963.
O grupo de 12 jogadores era: Amaury Pasos (n° 4, Sirio - SP), Luiz Cláudio Menon (n° 11, Sirio - SP), Antonio Sucar (n° 12, Sirio - SP), Wlamir Marques (n° 5, Corinthians), Ubiratan Maciel (n° 6, Corinthians), Waldemar Blatskauskas (n° 14, XV de Piracicaba - SP), Rosa Branca (n° 9, Palmeiras), Mosquito (n° 7, Palmeiras), Jatyr Schall (n° 10, Palmeiras), Victor Mirshauswka (n° 13, Palmeiras), Fritz (n° 15, Fluminense) e Paulista (n° 8, Vasco da Gama). Trinador: Kanela.

Em 1959, o Brasil foi Campeão Mundial de Basquete (FIBA)! Na época, eu jogava no juvenil do Grêmio de Porto Alegre. No ano anterior, tinha sido vice campeão gaúcho (a final foi em Santa Cruz).

Comecei a me empolgar pelo basquete com 12 anos, quando o Brasil foi campão mundial masculino pela primeira vez, em 1954. O campeonato foi disputado no Rio de Janeiro, organizado pela Federação Internacional de Basquetebol (FIBA) e pela Confederação Brasileira de Basquetebol.

Era um tempo em que se jogava com calções bem curtinhos. Hoje, joga-se com calções-bombacha!

A acompanhei os Campeonatos Mundiais de Basquete de 1959 e 1963 pelo noticiário da TV e pelos jornais, ambos brilhantemente conquistados pelo Brasil.  A TV, recém começando, ainda era em preto e branco. Não existia o vídeo-tape, nem a TV Globo, muito menos a Rede Globo!

Wlamir, Amauri, Menon, Mosquito e Paulista eram meus ídolos do esporte.

Não esqueço do Kanela, já falecido, o técnico que inovou o basquete da época com o arremesso de "jump", o deslocamento súbito para o “arremesso da zona morta” e o "veloz contra-ataque cruzado" (o qual nós imitávamos no juvenil do Grêmio). Na época, foi uma revolução no basquete.

O basquete brasileiro era respeitado. 

Em 1960, a seleção masculina foi medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Roma, feito que se repetiu nos Jogos Olímpicos, de Tóquio, no Japão, em 1964. Naquela época Oscar e Marcel ainda eram meninhos!

A seleção feminina foi a quinta colocada em 1964, logo atrás dos EUA, quando a equipe campeã foi a União Soviética (que já não existe). "Magic" Paula e Hortência eram bebes!

Em 1970 a seleção masculina de basquete voltou ao pódio como vice-campeã Mundial da FIBA, em Ljubljana na Iugoslávia.

Velhos tempos! Parece que foi ontem!

Hoje, já no século XXI, quase 60 anos depois, o Paulista é meu amigo! Já jogamos juntos nos Campeonatos Brasileiros de Master, embora um contra o outro (ele joga pelo Estado do Rio de Janeiro). 

Os meus heróis precisam ser mais reconhecidos neste país, que só tem olhos para o futebol. 

Vejam o vídeo! Eles estão nele e ainda andam "acontecendo"!

====
 Fonte: https://youtu.be/Ad6AmpQEj-Y

Comentário sobre a partida final de 1963:
Wlamir e a Taça

- "Neste campeonato eu consegui meu melhor desempenho em todas as partidas, até então nunca havia tido. Depois do jogo final fui jantar e quando entrei no restaurante, todo mundo ficou de pé e bateu palma" – conta Amaury.
 
- "Guardo para mim como a maior emoção que eu tive na minha vida jogando basquete. Quando o jogo acabou, houve invasão de quadra e todo mundo desesperado, querendo alguma coisa da gente. Eu não esqueço, isso aí eu não vou esquecer" – lembra Wlamir.




Amauri em ação

Conheça o Hino do Basquetebol Master, aprovado pela Assembléia Geral da FBBM. Clique aqui: 
http://almirquites.blogspot.com.br/2017/10/proposta-hino-basquetebol-master.html

Você pode ouvir e fazer "download" de graça.

__________________________________
🎼🎼
    • Para baixar o áudio em seu computador, clique na seta para baixo (no lado direito do dispositivo "player" acima, a esquerda da clave de sol).            


𝓐𝓵𝓶𝓲𝓻 𝓠𝓾𝓲𝓽𝓮𝓼
Almir Quites
`°•○●□■♢《 💚💛 》♢■□●○•°`

O  espetacular Paulista

Para mais artigos deste blogue ("weblog")
Clique sobre o título.
  1. Envelhecer
  2. Reflexões no meu dia 10 de janeiro
_____________________________________________________
Aviso sobre comentários 
Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outrs variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos. Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
______________________________________________________
 COMPARTILHE ESTA POSTAGEM 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa