quinta-feira, 21 de setembro de 2017

A Criminosa Organização brasileira

Por Almir Quites
Pacto deles, sangue nosso.

Conforme a Lei nº 12.850, de 2 de agosto de 2013, considera-se Organização Criminosa a associação de 4 (quatro) ou mais pessoas estruturalmente ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas, ainda que informalmente, com objetivo de obter, direta ou indiretamente, vantagem de qualquer natureza, mediante a prática de infrações penais cujas penas máximas sejam superiores a 4 (quatro) anos, ou que sejam de caráter transnacional. Logo, a função de uma Organização Criminosa é a prática antissocial da corrupção.

Corrupção empobrece o país e aumenta o poder dos corruptos. Então, mais... (volte ao início desta frase).

Uma Organização Criminosa monstruosa e gigantesca apoderou-se dos três poderes da República Federativa do Brasil, em todos os seus níveis, usurpou a democracia, substituindo-a por uma farsa, e decide e legisla em causa própria, devasta a cidadania e se sobrepõe à Carta Magna. Como que os cidadãos brasileiros deixaram-se iludir e permitiram que isto acontecesse?

Os partidos políticos foram transformados em células da Organização Criminosa. Não importa a ideologia que declarem professar. A verdadeira ideologia de todos é a da OrCrim. O resto é farsa.

Como nas maiores e mais famosas organizações criminosas do mundo, há um pacto de lealdade e de silêncio entre seus membros. Este pacto foi recentemente referido como "pacto de sangue", por Antônio Palocci, em recente depoimento ao Juiz Sérgio Moro. Na Máfia italiana chama-se de "Omertà" (o código de honra dos mafiosos). O Instituto da Colaboração Premiada busca justamente romper este pacto, promovendo a discórdia entre os mafiosos. 

O problema do Brasil é muito mais sério do que se pode imaginar. Precisamos desbaratar esta Organização facínora e levar seus membros às barras dos tribunais. Precisamos de profundas e bem pensadas transformações em nosso sistema de governo. Estas indispensáveis mudanças nas nossas precárias instituições não virão das ilusórias eleições do ano que vem. Só virão depois que desabroche uma forte rebeldia cívica e que esta se desenvolva na ética e na legalidade. Refiro-me a DESOBEDIÊNCIA CIVIL!

Para entender como a Organização Criminosa brasileira (OrCrim) domina o sistema político e também o eleitoral, clique nos dois itens indicados a seguir:

Deveríamos expressar total repúdio as eleições de 2018 e não nos deixar entusiasmar pelo marketing político dos candidatos.

Não acreditem no processo eleitoral vigente, o qual não abre espaço para políticos sérios e não permite a renovação da classe política. As óbvias razões para isso são:
  • ➠ Primeiro, a forma como os candidatos são escolhidos. Eles são escolhidos pelos caciques dos partidos políticos. A própria OrCrim escolhe seus representantes (a legislação eleitoral não permite candidaturas independentes);
  • ➠ Segundo, porque a campanha eleitoral foi transformada numa peça teatral engendrada por marqueteiros para dar circo e emocionar o povo;
  • ➠ Terceiro, porque quem dispõe dos recursos repassados pelo Governo e também daqueles advindos das propinas é o partido político, que se beneficia da corrupção financeira que corre desenfreada;
  • ➠ Por fim, porque há fraude na apuração eleitoral feita por computadores do TSE, que podem dar retoques nos resultados numéricos essenciais (a apuração eleitoral brasileira é secreta e não auditável).
Em outras palavras, o eleitor terá o direito de escolher, entre os candidatos da OrCrim, aqueles que vão continuar a roubá-lo.

Os cidadãos precisam urgentemente repudiar o processo eleitoral enquanto persistir vigorando o atual sistema político. O "canto de sereia" dos marqueteiros dos diversos partidos políticos vão fazer de tudo para envolver emocionalmente o povo no atual processo eleitoral. Se os eleitores caírem nesta tentação, estarão legitimando este processo viciado e inviabilizando a reforma política e eleitoral. Quanto mais os eleitores apoiarem candidatos que aceitam participar do atual processo eleitoral, pior será para todos nós e os atuais caciques políticos terão mais poder. A corrupção continuará reinando no Brasil.

É por isso que precisamos fazer desabrochar uma forte e sadia rebeldia cívica, que se desenvolva na ética e na legalidade.

Falta a conscientização popular! O povo brasileiro ainda se ilude com candidatos populistas e com soluções simplistas ou ilegais. 

Os Juízes de primeira e segunda instância, Procuradores da República e a Polícia Federal já estão em rota de colisão contra os tribunais superiores e o governo. Mas, antes da colisão, tempos piores virão! TEMPOS PIORES VIRÃO!

A dívida pública do Brasil, no ano que vem, já será igual ao PIB. Se continuar aumentando, o que parece inevitável, o Brasil se igualará à Venezuela. A situação é gravíssima.

Enquanto isso, os marqueteiros do governo empanturram as mídias e redes sociais com comentários ufanistas. Querem, com isso, fechar os olhos dos cidadãos para a criminosa realidade.

A crise atual exige muita seriedade. Não é tempo de se "dourar pílulas"!

A tal de "Intervenção Militar Constitucional" não é uma solução. Além de ser um alto risco, é ilegal. Não se combate crimes com outro crime! Não existe a tal "intervenção militar constitucional" se forpara destituir o próprio governo! A Constituição brasileira é bem clara: as Forças Armadas se organizam com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República. Destina-se à defesa da Pátria e à garantia dos poderes constitucionais!

Os defensores da intervenção militar invocam o parágrafo único do artigo 1º da Constituição, o qual estabelece que "o poder emana do povo", mas omitem desonestamente a continuação da frase, que diz que "esse poder é exercido por representantes eleitos".

Além disso, se houver um Golpe Militar, o petismo ressurgirá das cinzas como "Salvador da Pátria", juntamente com seus aliados históricos, combatendo o regime militar como faziam antes de se prostituirem. O Brasil estará fadado a repetir esta famigerada história, trazendo ao poder político justamente aqueles que criaram a grande OrCrim!

Pode parecer, para quem lê somente este meu artigo, que não há saída para o Brasil, mas não é isto que mostro no conjunto dos meus artigos. Tenho indicado as saídas que temos. No entanto, para que elas sejam efetivas, o povo precisa se conscientizar sobre a urgência e o significado da Desobediência Civil. Ela nos levará a uma CONSTITUINTE VERDADEIRAMENTE EXCLUSIVA, isto é, uma Assembléia Constituinte eleita e absolutamente independente de partidos políticos, o que a Constituinte de 1988 não foi. Aí residiu o histórico erro!

As questões políticas são de nossa responsabilidade direta. Informe-se sobre a Desobediência Civil. Leia também aqui:
ESTÁ NA HORA DA DESOBEDIÊNCIA CIVIL
http://almirquites.blogspot.com.br/2017/08/esta-na-hora-desobediencia-civil-ja.html

Não interessa ao cidadão brasileiro nem mesmo a recuperação econômica, se, junto com ela, não nos forem devolvidos os três poderes da República Federativa do Brasil, a nossa genuína democracia, o respeito e o valor de nossa Carta Magna, além de serem severamente punidos todos os que praticaram corrupção. Os partidos políticos que a praticaram, por sua vez, devem ser extintos, exatamente como estabelece a Lei do Partidos Políticos (Lei nº 9.096, de 19 de setembro de 1995 - Capítulo IV, artigo 28) que não está sendo cumprida! A simples aplicação desta lei renovaria completamente a política brasileira e teria um enorme efeito pedagógico.

Não queremos continuar sob o jugo da OrCrim!

O tempo voa! O tempo é curto!

Pessimismo? Não! Realismo. Eu bem que gostaria de não precisar assustar meus amigos e leitores, mas é mais importante ser verdadeiro. 

Quem avisa, alerta, amigo é!

Continue lendo aqui, para entender o que está acontecendo e o porquê deste alerta.
🔽📍 A CORRUPÇÃO É A MAIOR DAS INJUSTIÇAS SOCIAIS
http://almirquites.blogspot.com/2017/09/a-corrupcao-e-maior-das-injusticas.html

𝓐𝓵𝓶𝓲𝓻 𝓠𝓾𝓲𝓽𝓮𝓼
_________________________________



Mais artigos deste blogue ("weblog")
Clique sobre o título.
  1. A Corrupção é a Maior das Injustiças Sociais
  2. Universidade em Decadência
  3. Brasileiros x OrCRim e a Guerra de Propaganda
  4. Dia Nacional da Hipocrisia
  5. A farsa eleitoral
  6. Temer x Janot
  7. A OrCrim e o Fundo de Financiamento da Democracia
  8. A inaceitável apuração eleitoral brasileira
  9. O nó górdio da política brasileira
  10. A lei do voto impresso não será cumprida
  11. O país do avesso
  12. República Federativa do Brasil x Organização criminosa
  13. Que vexame este julgamento do TSE!

♢《 AMQ 》♢°`

_____________________________________________________
Aviso sobre comentários 
Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outrs variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos. Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
______________________________________________________
 COMPARTILHE ESTA POSTAGEM 
USE OS BOTÕES ABAIXO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa