domingo, 12 de fevereiro de 2017

Democratite cretínica

Por Almir Quites - 12/02/2017


A greve da Polícia Militar do Espírito Santo está chegando ao fim, a criminalidade continua aumentando e a população permanece refém do medo e da violência. Não há planos de emergência para lidar com as crises de segurança pública.

Parece-me que sobra impetuosidade e falta inteligência em ambos os lados da contenda.



Não pretendo discutir aqui as razões dos grevistas, embora entenda que não cabem chantagens ao Estado, especialmente vindas de corporações militares, porque isto já está posto no debate. O que quero salientar aqui é o nível de desinformação vigente no Brasil, por meio de um exemplo que evidencia o precário conceito de democracia.

Soube que uma das reivindicações das esposas que bloqueiam seus maridos militares dentro dos quartéis do Espírito Santo é que "a escolha dos comandantes seja feita pela tropa".

Elas e seus maridos acham que isto é democracia! Não percebem que
cada órgão de uma estrutura administrativa (como cada órgão do corpo humanotem funções diferentes e que o processo de escolha dos comandantes deve ser adequado à função que o órgão deve cumprir. 

O que se constata é que o vírus da Democratite Cretínica continua se espalhando. Ainda não foi adequadamente combatido.

Se o vírus desta epidemia se espalhar pelas forças armadas, então, quando houver uma emergência, a tropa vai convocar uma assembleia geral para decidir o que e como fazer! Ao final, a emergência já será outra.

O Comandante geral não pode ser escolhido pela tropa. O que acontecerá se os escolhidos forem os mais "bonzinhos" ao invés de serem os mais preparados para a função? Se o comandante for o "bonzinho", fará só o que a tropa deseja, então ele não comandará e a tropa não cumprirá com a sua função social.

As universidades viraram uma bagunça depois que os diretores e os reitores passaram a ser escolhidos por eleição direta. Sempre ganham os candidatos que são apoiados por poderosos partidos políticos. As universidades de hoje servem aos partidos. Foram transformadas em máquinas de desperdício de recursos públicos.

Grandes nações, como a alemã, já cometeram o erro fatal de eleger líderes populistas, que se apresentam como se fossem os "pais dos pobres", uma espécie de líder messiânico, e prometem um futuro tão grandioso quanto utópico. Estas nações foram destruídas. A História nos mostra as consequências e, por conhecê-las, poderíamos ter evitado repetir estes erros.

Estas ideologias utópicas só servem aos demagogos. O povo as toma por verdadeiras e torna-se vítima delas. Líderes populistas são pessoas que não têm cultura nem experiência suficiente para administrar um sistema social complexo. Eles se convencem e tratam de convencer os outros de que tudo é muito simples e que basta "vontade política". Se até agora não deu certo, é porque "eles", alguns inimigos imaginários quaisquer, maldosamente boicotam o povo!

Para aqueles que se deixam contaminar pela Democratite Cretínica tudo é tão fácil que nem dá para entender porque ainda não se fez um avião movido pelos aplausos dos tripulantes. A final de contas, se esta ideia funciona para assembleias, porque não funcionaria para um avião? Só pode ser por culpa das "zelites"!


Na verdade, não me surpreende que pessoas honestas e até razoavelmente bem instruídas tenham ideias assim tão equivocadas sobre democracia. Estas pessoas devem ter absorvido estas ideias na própria escola porque, há muitas décadas, a escola e até as universidades se dedicam a uma abominável doutrinação estudantil. Esta  doutrinação nem sempre é percebida pelos alunos que facilmente caem na trapaça.

Pode parecer que estou exagerando, não é? 

Por favor, leiam os artigos a seguir indicados:


Comandante / Comandado

`°•○♢.《AMQ》.♢○•°`


Mais artigos deste "blog" ("weblog")
Clique sobre o título. 

  1. Buraco negro da insegurança jurídica
  2. Medo, hipocrisia e explosividade social
  3. Teori Zavascki e as hipóteses conspiratórias
  4. Estado gigante e governo acanhado
  5. A macabra estampa da crise
  6. Fundamental é ir às raízes dos problemas brasileiros
  7. Juntos edificaremos o Brasil
  8. Presidencialismo de rabos pesos
  9. O "constitucionalista" e a Constituição
  10. O tempo confirmou: o STF é um perigo
  11. Política e decepções pessoais
  12. Submissão ou ignorância do STF
  13. Banalização da Improbidade
  14. A insustentável leveza da hipocrisia
  15. Foro privilegiado e irresponsabilidade

_____________________________________________________________
Aviso sobre comentários:
Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos. Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!

Volte sempre!
_____________________________________________________________

 COMPARTILHE ESTA POSTAGEM   
 USE OS BOTÕES ABAIXO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa