quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

A insustentável leveza da hipocrisia

Por Almir Quites - 06/12/2016


A hipocrisia é insustentável. Os acontecimentos podem desnudá-las a qualquer momento. 

Estamos diante de uma crise tão profunda que as máscaras dos maus estão caindo. Nesta semana, caem especialmente as dos membros do Congresso Nacional e da cúpula do Poder Judiciário. 


Os maus governantes, neuroticamente envolvidos com suas querelas pessoais, costumam não perceber quando a explosividade social aumenta. A História mostra isso.

Neste país, eles são tantos que, quando um deles é afastado do cargo que ocupa, por ter praticado corrupção, o sucessor é outro corrupto!

Isto é assim, em grande parte, por culpa do Supremo Tribunal Federal (STF), cujos membros foram escolhidos a dedo pelos próprios políticos corruptos. O resultado é que, hoje, este super tribunal está comprometido com os "ladrões de colarinho branco" e é sustentáculo destes bandidos de Foro Privilegiado (uma aberração constitucional).

Lula nem tem o maldito Foro, mas está, até hoje, protegido pelo STF!

As altas cortes da JUSTIÇA brasileira perderam a legitimidade! Para elas, a Lei só vale nos casos em que não perturba os poderosos políticos ou quando interessa, aos membros das cortes, para agredir eventuais inimigos.

Chegou-se ao absurdo de uma liminar dada por um Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) ser debochada e afrontada por um parlamentar já 12 vezes denunciado por corrupção na própria Corte Suprema! Um país assim só pode regredir, empobrecer. As futuras gerações já foram severamente comprometidas!

A vergonha maior pode acontecer ainda hoje a tarde! É muito provável que o STF se submeta a Renan Calheiros e lhe diga "amém, sua nobre vontade é, de fato, a única Constituição que respeitamos"! Assim, a liminar licitamente deferida pelo ministro Marco Aurélio Mello seria definitivamente enterrada, sob a esfarrapada desculpa de uma "pacificação nacional". Uma vergonha! Se isto de fato acontecer, será uma asquerosa aclamação aos tirânicos déspotas que afogam o Brasil!

Tudo indica que a tese a ser aprovada hoje no STF, para promover a mentirosa "pacificação nacional" a ser encampada pela maioria dos ministros do STF, numa fraudulenta e apertada votação (de 5 a 4, por exemplo), será excluir Renan da "linha sucessória", mas mantê-lo na Presidência do Senado. Esta tese é falsa, porque Renan não está na linha sucessória, o que está nesta linha é o cargo de Presidente do Senado! Como acreditar que os ministros do STF não saibam disto? Ou pretendem usurpar as funções de Constituintes e tirar o Senado da "linha sucessória" presidencial só para manter Renan na sua presidência? Se o Presidente da República deve ser afastado do cargo caso se torne réu no STF, por que não seria da mesma forma em referência ao Presidente do Senado?

Submeter-se a Renan Calheiros é desmoralizar completamente o Judiciário brasileiro!

Vivemos numa democracia? As instituições brasileiras funcionam? Claro que não!

Hoje o STF terá que mostrar a sua autêntica cara, como já o fez o ministro Gilmar Mendes!

Para entender melhor a situação triste do Brasil, continue lendo aqui:
🔽💥 A EXPLOSIVIDADE BRASILEIRA 💥🔽
http://almirquites.blogspot.com.br/2016/12/a-explosividade-brasileira.html



`°•○●□♢✔Se compartilhar, será uma boa!✔♢□●○•°`

====

Mais artigos deste "blog" ("weblog")
Clique sobre o título.

_______________________________________________________________
Aviso sobre comentários:
Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.
Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!

Volte sempre!
_______________________________________________________________
 COMPARTILHE ESTA POSTAGEM   
 USE OS BOTÕES ABAIXO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa