sábado, 15 de outubro de 2016

DIA DO PROFESSOR 1

Por Almir Quites - 15/10/2016


DIA DO PROFESSOR! Lindo, mas...

Não creio no discurso fácil e demagógico dos que falam sobre a “importância da educação", a "valorização o professor" etc.. Este discurso tanto serviu aos demagogos que está gasto, completamente sem credibilidade. Quero saber apenas de atitudes, fatos. 

Atualmente, no Brasil, são raros os jovens que almejam tornarem-se professores. O educador não é valorizado, chega a ser ridicularizado. Os que, mesmo assim, entram na carreira o fazem por falta de opções. Uma pesquisa recente (conduzida pela Fundação Carlos Chagas a pedido da Fundação Victor Civita) revelou que, às vésperas de ingressarem na universidade, apenas 2% dos estudantes brasileiros pretendem seguir o magistério – opção que os outros 98% já descartaram. Estes 2% são tão poucos que mereceriam um tratamento especial. Dos outros 98%, os que entram no curso de pedagogia são, em sua grande maioria, os que viram aí a única porta de entrada possível para o ensino superior. Estes geralmente são alunos com menor potencial, que veem na carreira de professor apenas o caminho possível de conquistarem um diploma universitário. São estes que vão educar ou  deseducar a nova geração de brasileiros. Isto é uma vergonha nacional. Os professores deveriam ser os melhores! 

Para ser professor é imprescindível ter sido um excelente aluno ao longo de toda a vida escolar. 

O que dizer da escolha de analfabetos funcionais para o cargo de Presidente da República?

Como professor que fui durante toda a minha vida e que ainda sou, quero lembrar que professor de verdade não doutrina, apenas ensina ciências com todos os seus questionamentos. Ideologias e religiões não admitem o contraditório, portanto não evoluem, deseducam e escravizam. Além disso, são vias para o fanatismo e para a replicação de doutrinadores. Não doutrinar é respeitar os estudantes. Infelizmente, em muitíssimas escolas, o aluno é enganado. 

Convido o leitor a ler este artigo de abril de 2014:
DOUTRINAÇÃO NAS ESCOLAS E UNIVERSIDADES
http://almirquites.blogspot.com.br/2014/04/doutrinacao-nas-escolas-e-universidades.html

Veja também o seguinte artigo, escrito há cerca de 2 anos, que contém exemplos comprovados desta prática. Basta clicar no título:
USO DA ESCOLA PARA DOUTRINAÇÃO POLÍTICA
http://almirquites.blogspot.com.br/2014/11/uso-da-escola-para-doutrinacao-politica.html

Vejo também com muita apreensão o crescente uso de drogas entre estudantes. Ontem mesmo, no final de tarde, presenciei estudantes do segundo grau voltando da escola, aqui do meu bairro, a pé, em grupo, e bebendo cerveja em latinha pela rua. Quanto mais cedo a pessoa começa a usar drogas, maior é a tendência para desenvolver dependência e piores são as consequências para sua saúde física e mental.

Há políticos que defendem a legalização das drogas! Argumentam que é preciso regular o mercado e arrecadar os impostos. Deliberadamente cegam-se ao fato de que os traficantes são empresários do crime. É óbvio que vão se beneficiar das vantagens que a legalização lhes oferecer, mas vão garantir também as vantagens que o crime já lhes oferece. Claro que os impostos serão sonegados! O problema das drogas não se resume a um simples problema de mercado.

A SENAD divulgou em dezembro de 2010 uma pesquisa (1º Levantamento Nacional sobre o Uso de Álcool, Tabaco e Outras Drogas entre Universitários das 27 Capitais Brasileiras) que confirma que “os estudantes universitários apresentam consumo de drogas mais intenso e frequente do que outras parcelas da população”. O resultado está no gráfico abaixo. O maior consumo era de álcool, seguido de tabaco e maconha. De lá para cá (de 2010 a 2016) a situação deve ter piorado. 




A imprensa tem mostrado que as universidades estão infestadas de drogas e traficantes. No meu tempo não era assim! Crimes são praticados por pessoas drogadas nos campi universitários. Eu mesmo, que costumo jogar basquete no campus da UFSC, estou bem acostumado com o cheiro da maconha, defendida religiosamente pelos usuários.

Há muito mais o que dizer sobre a decadência brasileira e a função do professor neste contexto. Fico por aqui. Este assunto me entristece. 

Antes, porém, gostaria de recomendar este texto de J. J. de Espíndola:
UNUVERSIDADE DEMOCRACIA E DOUTRINAÇÃO
http://almirquites.blogspot.com.br/2015/11/universidade-democracia-e-doutrinacao.html

E mais estes dois vídeos:
1) Drogas na USP
https://www.facebook.com/140140766087925/videos/872335669535094/
2) Venda de vagas e drogas na USP
https://www.youtube.com/watch?v=usMAV8H3icg

Por tudo isso, os professores só podem estar desmoralizados mesmo!


÷÷÷÷÷÷÷÷÷÷《COMPARTILHE NOS BOTÕES ABAIXO》÷÷÷÷÷÷÷÷÷÷

_______________________________________________________________
Aviso sobre comentários:
Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.
Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
_______________________________________________________________
 COMPARTILHE ESTA POSTAGEM   
 USE OS BOTÕES ABAIXO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa