quinta-feira, 15 de setembro de 2016

O mito Lula e as lições que ficam

Lula: ascensão e queda
Por Almir Quites - 15/09/2016



Proponho ao leitor, abaixo, a leitura de um texto para reflexão! É sobre como a credulidade de um povo faz a História.

Ontem (14/09/2016), Lula foi denunciado como chefe da quadrilha que roubava os brasileiros. Por enquanto, no âmbito da Operação Lava Jato, o ex-presidente é acusado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Se o juiz federal Sergio Moro aceitar a denúncia, Lula se tornará réu. 

Lula já responde na Justiça pela acusação de tentar obstruir as investigações da operação, em ação que corre no Distrito Federal. 

A força-tarefa investiga também a compra do sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), e as razões pelas quais as empreiteiras Odebrecht e OAS executaram obras milionárias nas propriedades dele. Também investigam as palestras do ex-presidente, contratadas a peso de ouro por empreiteiras envolvidas no Petrolão por meio da LILS Palestras.

"Lula era o comandante máximo da propinocracia", diz o Procurador da operação Lava Jato.

A verdade começa a se impor, embora muito tardiamente. É o fim do mito Lula!

Agora, como de costume, Lula vai se fazer de vítima. Vai dizer que não há provas contra ele, como se um criminoso assinasse a autoria do crime; tal como fazia a ex-presidente Dilma, que afirmava não existir qualquer ato dela determinando que se fizesse as "pedaladas fiscais"; tal qual o deputado Eduardo Cunha, que dizia não possuir conta em banco no exterior (não tinha mesmo, mas seu "trust" tinha).

Basta conhecer a história de Lula para perceber que tudo o que acontece hoje na política e na economia brasileira é mera consequência.

O povo brasileiro foi crédulo demais, deixou-se enganar facilmente.

Lula e Dilma, nos 13 anos de poder absoluto, nunca determinaram a investigação da corrupção no Brasil ou, ao menos, colaboram com ela ou a incentivaram, o que é o mais simples dever de um chefe de Estado. Pelo contrário, sempre trataram de impedi-la.

Em 2006, quando aflorou o escândalo do Mensalão, Lula afirmou que fora traído, disse ter sido "apunhalado pelas costas" (em 12/2005). Grande mentira, tanto que ele nunca rompeu as relações com José Dirceu, pelo contrário, sempre o chamou de "cumpanhero" e tratou de protegê-lo.

Leia aqui um resumo da história de Lula. Entenda como que alguém, que nem completou o curso primário (no Brasil oficialmente denominado de "ensino fundamental" ou "ensino elementar"), chegou a ser o homem mais poderoso do Brasil. Constate também o enorme poder da TV brasileira para criar e propalar mitos.

Clique aqui:
LULA ONTEM E HOJE

O povo brasileiro precisa de uma educação muito melhor, que o capacite a pensar com isenção para racionalmente decidir em que acreditar; que o capacite a reconhecer e a rechaçar a doutrinação, seja política ou religiosa.

POVO ILUDIDO É POVO VENCIDO, EXPLORADO, SOFRIDO, CONDENADO À POBREZA E À INJUSTIÇA.

`°•○●............ 💡 Divulgue💡 ............●○•°`

Leia mais aqui:
(Clique sobre o título)
__________________________________
"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
Aviso sobre comentários:

Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.
Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
___________________________________________________________
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
 COMPARTILHE ESTA POSTAGEM   
 USE OS BOTÕES ABAIXO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa