quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Fé, ateísmo e ignorância

José J. de Espíndola* - 21/09/2016
Nota: Este texto que me foi 
enviado, pelo autor, em menção 
ao artigo que publiquei sob 

Estar cego é o preço que pago pela minha fé.
Uma querida colega, em resposta a um texto meu, escreveu assim: Eu sou ignorante, o próprio Krauss [Lawrence M. Krauss, astrofísico americano] é ignorante, todos nós nascemos e morreremos ignorantes, mesmo que consigamos bons resultados na nossa luta contra nossa ignorância, estudando, pesquisando, etc.

Este texto é correto, sem dúvidas. Mas há que se fazer uma restrição. Aqueles que têm fé em um deus criador do universo (aqui incluídos os seres vivos) não concedem a possibilidade de estarem errados, neste particular quesito, pelo menos. A fé, a menos que não seja fé e seja apenas uma hipótese, não admite erro, ou dúvida, ou hesitação. Isto sempre foi assim, deste a mitologia suméria, passando pela mitologia egípcia, pela grega, romana, nórdica e a mitologia hebraica, esta contendo um único deus, o abraâmico. Os que professam uma fé (falo uma fé porque existem, mesmo hoje em dia, várias outras, abraâmicas ou não), não questionam a possibilidade de laborarem em ignorância, ou erro. A fé é a coisa mais arrogante, mais prepotente, mais hermética, mais absoluta (porque se assume irretorquível) que o ser humano inventou. Os que professam uma fé, idem.

Entre os abraâmicos, há os que ignoram Jesus (judeus) e os que o tomam apenas como um profeta menor e negam a Santíssima Trindade (mulçumanos), mas todas essas fés são inquestionáveis, segundo seus praticantes, e representa, cada uma delas, isoladamente, o caminho seguro e único para a salvação, o que configura uma incoerência: fés contraditórias, que negam uma à outra, não podem servir a um só propósito: a salvação. Algo deve estar errado nas demais, para que uma esteja certa.

O mundo da fé religiosa é o da contradição e da arrogância infinitas.

Não se diga a um daqueles praticantes que ele pode estar errado em sua granítica fé (toda fé é granítica, por conceituação), que se vai perder um amigo e, muito provavelmente, ganhar um inimigo.

Aceitação da própria ignorância, até mesmo em aspectos relacionados à origem do universo, só se encontrará entre agnósticos e ateus. A estes pode-se dizer, sem ofender ou ferir, que são ignorantes. Estes sabem e proclamam sua ignorância, e têm consciência de que toda a afirmação científica é precária e sujeita a contestações. São humildes, modestos e não aceitam argumentos de autoridade (vindos de Papas, ‘bispos’, ‘pastores’, ou quem mais), ou dogmas.

========
*José J. de Espíndola é Engenheiro Mecânico pela UFRGS, Mestre em Ciências em Engenharia pela PUC-Rio, Doutor (Ph.D.) pela Universidade de Southampton, Inglaterra, Doutor Honoris Causa pela UFPR, Professor Titular da UFSC, aposentado.

... ... _ ▂ ▃ ▄ ▅ ▆ ▇ █ █ ▇ ▆ ▅ ▄ ▃ ▂ _ ... ...

Vejam outros artigos de J.J. de Espíndola:

= Clique sobre o título =
  1. As urdições do prontuário ambulante
  2. Tem-se prova e convicção
  3. "Paulinho", Paulo e Toffoli
  4. TCHAU, querida!
  5. Novo ministro da Justiça e Teori, the slicer.
  6. Corrupção altruista
  7. Teori, the Slicer
  8. O impeachment de Dilma, a delação premiada e a hipocrisia milionária
  9. Tribunais superiores atacam Lava Jato, "again".
  10. Universidade, democracia e doutrinação
  11. A vida difícil de um ‘umilde’ trabalhador
  12. Homo Naledi, um novo hominídeo
  13. A opressão teocrática continua
  14. O uso constante da razão
  15. A Lava Jato incendiou
  16. Conspiração contra o Brasil
__________________________________
"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
Aviso sobre comentários:

Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.
Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
___________________________________________________________
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
 COMPARTILHE ESTA POSTAGEM   
 USE OS BOTÕES ABAIXO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa