quinta-feira, 17 de março de 2016

Lula e Dilma contra o Brasil

por Almir Quites


Não tenho a menor dúvida que a nomeação de Lula para o ministério do governo federal objetiva apenas dar-lhe o foro privilegiado. Para os governistas é mais importante salvar o Lula do que salvar o Brasil.

Houve uma tentativa de "dourar a pílula" quando divulgaram a tese de que Lula seria a pessoa certa para reorganizar a base aliada do governo. Diziam que a presença de Lula no governo federal significaria a adoção de uma espécie de parlamentarismo de mentirinha, onde a presidente não teria qualquer poder, nem mesmo o típico poder de arbitragem dos conflitos entre o primeiro ministro (no caso, o Lula) e o parlamento. Este tal de semi presidencialismo, como algumas sumidades lulopetistas passaram a denominar, não passa de mais uma mentira perversa, porque a fórmula concentraria nas mãos de Lula todo o poder político e, em particular, o comando da política econômica, restando a Dilma Rousseff apenas continuar pedalando, todas as manhãs, pelas vizinhanças do Palácio da Alvorada.

Para Lula, mais importante do que se tornar primeiro ministro está o fato de se esconder do Juiz Sérgio Moro, é obter foro especial para os vários processos em que consta como investigado. O STF terá que julgar aquele que indicou e nomeou os seus componentes.

Não se trata apenas de transformar um Ministério em escondirijo de bandido, mas também de dar a ele todo o aparelho estatal, que poderá ser usado com a desfaçatez de sempre, como mostra o seguinte artigo:
NOS PÍNCAROS DA SORDIDEZ
http://almirquites.blogspot.com.br/2016/03/nos-pincaros-da-sordidez.html

Seria o fim da República do Brasil, mas a sociedade brasileira vai reagir e não deixar que esta ideia prospere.

Enquanto isso, ontem, o Ministro Gilmar Mendes fez por merecer os parabéns por seu parecer no plenário do STF, em favor do acatamento aos embargos (sobre o rito do impeachment) e a favor da revisão da vergonhosa decisão de 17 de dezembro passado. Ele foi bastante claro e contundente, mas seus colegas não o acompanharam. Foi criticado por ter se manifestado de modo exagerado, de modo incompatível com a postura de um Juiz imparcial, mas que fazer quando a verdadeira parcialidade dos seus colegas está oculta justamente sob esta capa de juiz imperturbável e formal? Assim, o STF se afundou mais um pouquinho. 

Era fácil prever que, por uma questão de orgulho e arrogância, o STF não voltaria um milímetro atrás em relação a suas decisões anteriores. 

O ministro Marco Aurélio de Mello chegou a criticar os embargos de declaração apresentados pela Câmara dos Deputados dizendo não haver razão para elas porque, nas palavras dele", “Não consigo conceber que, depois de tanta discussão no plenário do Supremo, tenhamos lançado ao mundo jurídico um pronunciamento obscuro, contraditório e omisso”. Então o que importa é apenas o sábio entendimento dos ministros? Com esta postura, o que de fato se faz é cassar o direito da Câmara de solicitar ao tribunal que explique suas decisões naquele absurdo julgamento de 17 de dezembro. Nele, o STF decidiu sobre o rito do impeachment violando a separação dos poderes e reinterpretando o Regimento interno da Câmara, numa mal disfarçada tentativa de blindar a presidente Dilma contra a própria Constituição Federal, a qual instituiu a aplicabilidade do impeachment, como saída legal para um governo que já não tem capacidade de governar. 

Para entender o absurdo da decisão de 17/12/2015, leia aqui:
COMÉDIA DRAMÁTICA NO PALCO DO STF
http://almirquites.blogspot.com.br/2015/12/comedia-dramatica-no-palco-do-stf.html
_________×________

Uma análise perfeita
====


VÍDEO DE 2011

A Mega Quadrilha, por Humberto de Luna Freire Filho

==




__________________________________________
"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""

Aviso sobre comentários:

Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.

Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
___________________________________________________________
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa