sexta-feira, 22 de maio de 2015

A FARRA DOS PARTIDOS E A ESTATIZAÇÃO ABSOLUTA

23/05/2015
Por Almir M. Quites

Você sabia que dois terços do orçamento dos partidos existentes originam-se das verbas públicas do tal fundo partidário. É por isso que partido político virou um "negócio da China".

Além dos recursos financeiros, o Estado já contempla os partidos com outras benesses feitas à custa dos nossos impostos, como por exemplo, com o horário gratuito de televisão. Gratuito para os partidos, não para nós, os cidadãos!  


Esta situação deve piorar! Para sobrecarregar ainda mais o povo brasileiro, o PT, partido do governo, lidera a campanha pela completa estatização das finanças partidárias.  

A farra, que já é enorme, vai aumentar. O patrimonialismo gera a ineficiência estatal, a qual derruba a eficiência dos serviços públicos. Há uma nova elite que prospera e agradece: o corpo político-burocrático que conduz o aparato público e suas clientelas políticas.

No Brasil, tudo indica que os partidos políticos existem apenas para abocanhar dinheiro público e para fazer barganhas nas bancas do poder legislativo. 

Como sempre, o PT e os seus aliados sempre defendem o que há de pior para o Brasil. Para eles, o ideal seria um Estado fortíssimo, autoritário, que não dependesse da opinião pública, com um povo alienado, composto por zumbis absolutamente dependentes deles.

Atualmente vive-se no Brasil na perplexidade de um absurdo cenário tragicômico, típico do gênero nonsense. Isto se acentua na política e torna quase impossível entender o que está acontecendo. Enquanto o governo adota, embora "apenas emergencialmente", as políticas de austeridade, desempenhadas pelo ministro Joaquim Levi, os partidos do governo, capitaneados pelo PT, ficam livres para cuidar apenas do projeto de poder bolivariano na América Latina.

Não há emergência que dê conta desta doença. O seguinte artigo esclarece este absurdo cenário:
O SAMBA DO CRIOULO DOIDO NA PRÁTICA
http://almirquites.blogspot.com.br/2015/04/samba-do-crioulo-doido-na-pratica-por.html

___________________________________

Vejam também:
    __________________________________________________
    """"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
    Aviso sobre comentários:
    Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.

    Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
    Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
    Obrigado pela sua participação!
    Volte sempre!
    ___________________________________________________________
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Busca pelo mês

    Almir Quites

    Seguir por e-mail

    Wikipedia

    Resultados da pesquisa