sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

O ASSALTO AO ESTADO CONTINUARÁ

Almir Quites - 04/12/2014

A Dívida Pública deveria se pública. Óbvio, não é? No entanto, Dilma foi reeleita sem que este montante fosse adequadamente divulgado. O eleitorado desconhecia o deplorável estado da economia brasileira. Por decisão das urnas eletrônicas, em seus insondáveis meandros de processamento interno, foi mantido no governo o mesmo grupo que vem se locupletando com os recursos públicos por meio de atividades escusas e clandestinas. Logo, nada vai mudar, por mais que façam para nos convencer do contrário. 

Dilma e Lula prometeram “fazer o diabo” para ganhar a eleição. Fizeram! Nós vimos e não concordamos com isso! Não somos cúmplices!  Mesmo assim, injustamente nós é que teremos que aguentar as consequências. A estagnação da economia vai continuar, apesar de toda propaganda que se terá na mídia para nos convencer de que o Brasil está se recuperando. A nossa Petrobras e outras empresas estatais continuarão a serem saqueadas. A chamada "máquina de estraçalhar reputações de adversários" do PT continuará ativa, gerando mentiras. O PT vai "fazer o diabo" para ganhar as eleições de 2018! Os novos ministros respectivamente, Joaquim Levy (Fazenda) e Nelson Barbosa (Planejamento), não terão suficiente apoio e, se forem honrados, pedirão demissão de seus cargos. Atualmente estes ministros são os únicos pilares íntegros e intactos da economia no solo da governança brasileira.

Como posso antecipar o futuro? Simples, muito simples! Malbaratadas as fontes de recursos que alimentaram o Mensalão I e, agora, as fontes do Mensalão II, pergunto: como o governo mafioso do PT fará para manter a fidelidade da base parlamentar alugada? Quais novas fontes de recursos serão utilizadas para pagar os apoiadores no Congresso e assim garantir o projeto de poder e de aparelhamento do Estado brasileiro do PT? O assalto ao Estado vem desde o governo Lula e é certo que continuará. Em janeiro de 2010, quando ocupava a Presidência da República, Lula vetou os dispositivos da lei orçamentária aprovada pelo Congresso que bloqueavam o pagamento de despesas de contratos da Petrobras consideradas superfaturadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Lula e seus assessores sabiam exatamente o que estavam fazendo, tanto que se empenharam em justificar extensamente a decisão, na mensagem de veto encaminhada ao Congresso. Além disso, é impossível que Dilma Rousseff ignorasse o assunto, pois o veto foi encaminhado ao Congresso pela Mensagem n.º 41, de 26/1/2010, da Casa Civil, a "Casa" dela. Tudo está registrado no Diário Oficial da União. As evidências são fartas, documentadas pelo TCU, pela Controladoria-Geral da União (CGU), Polícia Federal (PF) e também pelo Congresso Nacional. E agora a empresa holandesa SBM Offshore, fornecedora da Petrobras, faz um acordo com o Ministério Público de seu país pelo qual pagará US$ 240 milhões em multas e ressarcimentos para evitar processo judicial por corrupção por ter feito “pagamentos indevidos” para obter contratos no Brasil, na Guiné Equatorial e em Angola.

Ontem, Paulo Roberto Costa confirmou para o juiz Sérgio Moro que recebeu US$ 1,5 milhão para não "atrapalhar" o negócio de Pasadena. Se Dilma, como ela própria confessou, foi responsável pela compra da sucata de refinaria, então ela teria o dever de saber, além de ser impossível que não soubesse, da interferência de Paulo Roberto Costa, o qual foi silenciado com 1,5 milhão de dólares. “A responsabilidade final pelo estatuto da Petrobras de aprovar uma compra como Pasadena é 100% do Conselho de Administração. […] A diretoria da Petrobras não tem autonomia [para a compra]. Eximir o conselho é um erro”, afirmou Paulo Roberto Costa, durante sessão de acareação com o também ex-diretor da estatal Nestor Cerveró, no Congresso.

Após as declarações de Paulo Roberto Costa de que "os recursos  desviados da Petrobras foram transformados em doações "legais" das empreiteiras ao PT", afloram algumas outras dúvidas:

  • Qual a origem do dinheiro que pagou as multas impostas pela justiça aos Mensaleiros? Teriam sidos "doações legais" de empreiteiras via laranjas?  
  • Quem pagou os milionários honorários dos advogados que  defenderam os mensaleiros no S​TF. Teria sido​ apenas​ atuação "pro bono" dos melhores e mais caros juristas brasileiros, entre eles Márcio Tomas Bastos?  
  • Porque a multa de João Paulo Cunha não foi ​saldada por nenhuma doação voluntária?  O mesmo segue preso até hoje​. Não obteve o benefício da progressão penal por falta do pagamento da multa. 
  • Para demonstrar ao consumidor  o "custo Brasil", passou a ser obrigatório discriminar nas notas fiscais o valor dos impostos embutidos nos preços dos produtos. Porém a maior parcela do "custo Brasil" continua oculta. Para dar transparência total, deveria também ser destacado, nas notas fiscais, o valor das proprinas pagas aos políticos e partidos que controlam as empresas estatais. Se possível com a identificação dos beneficiários.
Foi o Mensalão, depois , maior ainda, o Petrolão e virá agora, o BNDESão!
  Anexo uma propaganda do PT. Poderosa e atual, mais que nunca! Guarda total coerência com o gravíssimo momento em que vivemos. É um chamamento ao povo para salvar o Brasil! Teria ela sido premonitória?

======


*************************************************************************
*******************************************************


Vejam também:
    __________________________________________________
    """"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
    Aviso sobre comentários:
    Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.

    Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
    Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
    Obrigado pela sua participação!
    Volte sempre!
    ___________________________________________________________
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Busca pelo mês

    Almir Quites

    Seguir por e-mail

    Wikipedia

    Resultados da pesquisa