domingo, 21 de dezembro de 2014

DILMA, BRASIL E A MAMÃE PETISTA

Almir Quites - 20/12/2014
ACORDA, BRASIL!

Pela manhã, Dilma, Presidenta do Brasil, ficou surpresa ao ler a seguinte notícia nos jornais: "Nadga Sebastiana, uma jovem mãe brasileira, não assistida por qualquer bolsa do governo, registra em um cartório, seus dois filhos gêmeos, recém-nascidos: uma menina e um menino, com os nomes Dilma e Brasil."

Honrada, Dilma decide visitar a mãe em questão, para mostrar seus agradecimentos pela decisão de dar esses nomes a seus filhos gêmeos.


Ao chegar na modesta residência da jovem mãe, encontra Nadga dando o peito para a bebê Dilma mamar. A presidenta pergunta: - "Onde está o Brasil, o irmãozinho dessa esfomeadinha?"

Nadga Sebastiana responde que "Brasil está dormindo profundamente faz muiiiito tempo..."

Estranhando a resposta, a Presidenta diz: - "Acorde ele. Quero conhecer ele!"

A resposta de Nadga deixa a Presidenta sem fala: - "Senhora Presidenta, se o Brasil despertar, Dilma deixa de mamar!"

Neste momento, uma multidão de manifestantes começou a gritar: - "ACORDA , BRASIL! DILMA JÁ MAMOU DEMAIS!"

Sim, mamou "dilmais"!  Já mamou em muitas tetas!

Mamou nas urnas eletrônicas que a nutriram de votos indevidos.  Veja aqui: GRAVES E CONCRETOS INDÍCIOS DE FRAUDES NAS ELEIÇÕES
Veja também aqui: A INCONSTITUCIONALIDADE DA URNA ELETRÔNICA BRASILEIRA 
E aqui: O PROTESTO DO JOÃOZINHO

Mamou num sistema eleitoral injusto, que a nutriu com uma legislação eleitoral feita por um Congresso que se vende e uma campanha eleitoral com uma enorme vantagem de exposição na mídia e, além disso, 3 vezes mais tempo de televisão no horário eleitoral dito "gratuito"Nossa democracia, na realidade, é uma democracia só "de fachada", sofrível, enganadora e atrasada. Veja aqui e também aqui.

Mamou nos Fundos de Previdência (prejuízo estimado em cerca de R$ 23 Mi). Ver aqui

Mamou em Angra III (prejuízo estimado em cerca de R$ 4 bi, segundo o TCU). Iniciada pelo regime militar e paralisada nos anos 80, a Usina de Angra III, assim como os grandes planos de obras – como o plano de metas de Juscelino Kubistchek e o PAEG do governo militar – foi retomada durante a gestão petista no governo federal. Sob o nome de PAC – Programa de Aceleração de Crescimento – o plano consistia em agregar sob uma mesma bandeira, obras em setores diversos da economia. Na parte energética, incluíu-se a construção de Angra III, além de supostas outras 4 usinas a serem erguidas na região Nordeste do Brasil. As usinas ainda não saíram do papel. Angra III, porém, é real,e seu prejuízo já pode ser estimado. Ver aqui

Mamou nas geradoras de energia elétrica e nas construtoras de linhas de transmissão (prejuízo estimado em cerca de R$ 8,3 bi, segundo o TCU). Sem conseguir cumprir os cronogramas previstos em contratos, os cerca de 700 empreendimentos do setor elétrico licitados desde 2005 apresentam um descompasso responsável por prejuízos bilionários. 79% das obras de geração hidrelétrica apresentam um atraso médio de 8 meses – 88% das eólicas possuem atrasos médios de 10 meses, enquanto 62% das pequenas centrais hidrelétricas possuem um atraso médio de 4 meses. Mas o pior problema ainda reside no fato de que geração e transmissão são licitadas de forma separada, o que, somando-se ao atraso médio de 14 meses em 88% das linhas de transmissão, causa um descompasso na capacidade de ofertar energia. Ver aqui

Mamou na Copa da FIFA (prejuízo estimado em cerca de R$ 7,4 bi em subsídios e contrução de estádios, segundo o TCU). Quando apresentou sua candidatura à FIFA em 2007, o Brasil sugeriu que seus gastos seriam de US$1,1 bilhão (ou R$2,6 bilhões). Ver aqui.

Mamou na empresa de fachada que a Petrobrás criou para construir o gasoduto bilionário (prejuízo estimado em cerca de R$ 6,3 bi). Ver aqui.

Mamou na intervenção nos preços dos combustíveis (prejuízo estimado em cerca de R$ 87 bi de 2005 até agora, segundo o TCU). A Petrobras vendeu, entre 2005 e 2013, combustível abaixo do preço internacional em cerca de 69% do tempo. No mesmo período a empresa implementou seu gigantesco programa de investimentos, com destaque para o Pré-Sal, forçando-a a realizar desembolsos cada vez maiores, ampliando a dívida da empresa para valores superiores a R$400 bilhões – e em muitos casos levando bancos públicos a lhe emprestar dinheiro, causando um segundo prejuízo. Veja aqui.

Mamou com o reajuste nas contas de luz (prejuízo estimado em cerca de R$ 11 bi, segundo o TCU). Entre 2002 e 2010, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) permitiu reajustes de tarifas maiores do que os devidos. A agência reconheceu o erro e mudou o cálculo em 2010. O prejuízo passado, porém – alguns bilhões pagos a mais pelos consumidores – já havia sido computado a favor das distribuidoras. Veja aqui

Mamou na construção superfaturada da refinaria Abreu e Lima (prejuízo estimado em cerca de R$ 36 bi, segundo o TCU). Com 3 anos de atraso nas obras em relação ao cronograma original, a Refinaria Abreu e Lima teve alguns percalços no caminho, como a perda da Petrobrás de seu principal sócio no projeto, a estatal venezuelana PDVSA. Ainda assim, a refinaria deve ser concluída em novembro desse ano. A conclusão da obra põe fim a uma saga que durou 9 anos, não sem antes impor seu custo – um valor final 7 vezes maior do que o previsto. Veja aqui

Mamou no Fundo Soberano (prejuízo estimado em cerca de R$ 4,5 bi, segundo o TCU). O fundo soberano brasileiro usou seus recursos, cerca de R$15 bilhões, para a compra de ações de empresas estatais brasileiras, como a Petrobrás, em parte do processo de capitalização da empresa para suportar os investimentos no Pré-Sal. O Fundo, que era dono de R$12 bilhões em ações da estatal, viu seu valor cair 40%, e invertendo a lógica do mercado, vendeu na baixa, depois de ter comprado na alta. Veja aqui

Mamou na compra da refinaria americana de Pasadena (prejuízo estimado em cerca de R$ 1,6 bi, segundo o TCU). A refinaria texana de Pasadena foi adquirida em 2005 pela empresa belga Astra Oil por US$ 42,5 milhões, e posteriormente revendida para a Petrobrás por US$ 1,157 bilhões. A compra suspeita foi investigada pelo Tribunal de Contas da União, que estimou as perdas em um valor menor do que o imaginado originalmente. O Tribunal condenou 11 diretores e ex-diretores da estatal pelo prejuízo, congelando seus bens para reaver o montante. Veja aqui

Mamou na tranposição do rio São Francisco (prejuízo estimado em cerca de R$ 3,5 bi, segundo o TCU). Veja aqui

Mamou no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, COMPERJ (prejuízo estimado em cerca de R$ 13 bi, segundo o TCU). Veja aqui

Mamou com o projeto do Trem Bala, que nem saiu do papel e era para ser inaugurado antes da Copa do Mundo (prejuízo estimado em cerca de R$ 1 bi em consultorias, segundo o TCU). Veja aqui.

Mamou no PETROLÃO e nem se sabe ainda a quanto vai o prejuízo. O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto, 
denuncia a propina de 3% nos contratos da estatal, na área de distribuição. Veja aqui.

Mamou no BNDESÃO.  No Petrolão já são mais de R$ 70 bilhões, e no 'possível próximo escândalo', no BNDES, são R$ 500 bilhões em jogo.

É barbaridade! O Brasil tenta reagir, mas as instituições já estão frágeis. O Brasil está muito doente!

Não deixe de ler o site a seguir indicado. Muitos destes casos estão bem descritos aqui: 
http://www.folhapolitica.org/2014/09/site-lista-os-13-maiores-prejuizos.html

Não é só isso não, os escândalos não são apenas estes que foram citados! Continue fazendo sua própria pesquisa na internet. 

Apresento uma lista adicional. Se quiser saber detalhes sobre cada um dos casos escandalosos citados abaixo, é só procurar no Google escrevendo o título na tarja de pesquisa.


Quem foi roubado todo este tempo? O povo brasileiro. Você foi roubado!

Quem é o tolo? É você que votou na Dilma e ainda defende este governo!

Há ainda um mistério a desvendar: por que o PSDB não consegue representar a enorme indignação popular? 

Razões para o impeachment da Dilma abundam. Não há desculpas para que as instituições brasileiras deixem tudo como está.

Não defendo a intervenção militar como solução, porque eu não saberia prever o dia seguinte. No entanto, também não vislumbro uma saída genuinamente democrática capaz de restabelecer as nossas precaríssimas e desacreditadas instituições. Por muito menos, Collor sofreu impeachment. O roubo do governo Collor parece ser uma molécula, enquanto o do PT proporcionalmente seria uma galáxia. No entanto, não há senão uma mínima esperança que o governo atual passe, pelo menos, pelo mesmo processo. 
Afinal, como combater, com democracia, quem se utiliza dela para fazer uma ditadura? 

Parece-me que não é possível tirar a quadrilha petista do poder pela via democrática, já que, mesmo com os volumosos indícios de fraude na apuração eleitoral de 2014, nada aconteceu. Os crimes de campanha eleitoral não foram sequer considerados e vão desde o uso de recursos ilícitos, inclusive advindos do exterior, até as deslavadas mentiras da candidata Dilma. 


Já não se confia nas instituições, principalmente na Justiça, uma vez que no país impera a impunidade. Os mensaleiros condenados, foram acintosamente protegidos pelo próprio governo e a pena que lhes foi aplicada foi a mais leve possível. 

POVO ILUDIDO É POVO VENCIDO!

Leia mais aqui: http://almirquites.blogspot.com.br/p/blog-page.html





====
************************************************************************

Vejam também:

** **
    __________________________________________________
    """"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
    Aviso sobre comentários:
    Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.

    Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
    Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
    Obrigado pela sua participação!
    Volte sempre!
    ___________________________________________________________
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Busca pelo mês

    Almir Quites

    Seguir por e-mail

    Wikipedia

    Resultados da pesquisa