quarta-feira, 14 de maio de 2014

BOLÍVAR NUNCA DEFENDEU DITADORES OU CORRUPTOS.

Os jovens esquerdistas de hoje estão desorientados. A rigor, nem sabem o que significa "ser de esquerda"! A doutrinação, pela qual passam nas escolas e até na universidade desinforma, distorce os fatos e os conceitos.

Muitos "esquerdistas" de hoje, em particular os jovens, caíram na cantilena demagógica e mentirosa destes "bolivarianos" horrorosos, que não passam de um grupo de ditadores e aprendizes de ditadores, que se protegem mutuamente. No engodo, eles usam indevida e indecentemente o nome de Simón Bolívar, que assim passou a ser mais uma vítima deles. Bolivar hoje lutaria contra os "bolivarianos".

Simón Bolívar, há cerca de dois séculos, lutou para libertar toda a América do domínio espanhol. Bolívar, bem como os demais "libertadores latino-americanos", nunca apoiou ditaduras, nem corruptos. Ao contrário, influenciados pelo liberalismo europeu, os libertadores defendiam eleições democráticas, direitos civis, liberdade de imprensa, liberdade de religião, livre comércio e propriedade privada.

Ademais, hoje os países da América Latina são independentes. Se continuam atrasados é por pura incompetência. Colocar a culpa em outros é apenas uma forma de não encarar os fatos.

Não foi só Bolívar a lutar pela libertação do nosso continente. Bolívar foi apenas o Venezuelano, de origem aristocrata, nascido em Caracas. Havia muitos outros LIBERTADORES, como José de San Martín, José Gervasio Artigas (Uruguai), Bernardo O'Higgins (Chile), José Miguel Carrera (Chile), Manuel Belgrano (Argentina), Antonio José de Sucre (Venezuela), José Joaquín de Olmedo (Equador), Francisco de Miranda (precursor da independência hispano-americana), Manuel Rodríguez (Chile), José Bonifácio (Brasil), Eugenio Espejo (Equador), Juan Pablo Duarte (República Dominicana), José Martí (Cuba) e até mesmo Dom Pedro I do Brasil (Brasil). Todos eles eram descendentes de europeus, influenciados pelo Liberalismo, e geralmente com formação militar na Europa. 

Eles eram justamente o que hoje os "esquerdistas" chamam de burgueses!

Certa vez, li num site humorístico da Venezuela que, se Simon Bolívar ainda estivesse vivo, teria que passar todo o seu tempo dando explicações sobre quem ele é e também sobre quem ele não é. Desde sua aposentadoria forçada, com iPad na mão, teria que enviar twitters e e-mails diários para tentar convencer os usuários de redes sociais de que não tem nada a ver com o bolivarianismo, nem com o bolivariano Hugo Chávez ou com Alejo José Cortés, presidente da Sociedade Bolívar. Muito menos com Teodora Bolívar, que não é sua esposa, nem sua irmã, nem sua amante. Viveria aborrecido. Antes acreditava que seria ótimo viver sua aposentadoria em Caracas, que afinal era o seu destino na longa viagem na qual encontrou a morte, em Santa Marta, em 1830. 


Que aconteceria se Simon Bolivar ainda fosse vivo? Veja aqui: http://www.lapatilla.com/site/2010/10/26/que-hubiera-pasado-si-bolivar-estuviera-vivo/

Sugestões de leitura (basta clicar):
b) DOUTRINAÇÃO NAS ESCOLAS E UNIVERSIDADES
c) DIREITA OU ESQUERDA?

____________________________________________________________________________
""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
Aviso sobre comentários:
Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.

Por favor, evite o anonimato! Escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. 
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
___________________________________________________________
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Busca pelo mês

Almir Quites

Seguir por e-mail

Wikipedia

Resultados da pesquisa